A depressão e os últimos passos de Zé do Pipo antes do desaparecimento

A depressão e os últimos passos de Zé do Pipo antes do desaparecimento

Nuno Batista, que encarnava a personagem Zé do Pipo, sofre de uma depressão grave e foi a doença que o afastou dos palcos

Nuno Batista, de 40 anos, que encarnava a personagem Zé do Pipo, desapareceu na segunda-feira. O carro do cantor já foi encontrado perto de uma ravina em Peniche, a cerca de 30 quilómetros da residência do cantor, em Óbidos. O site da Nova Gente falou com o manager, Luís Martins, que nos revelou os passos dados por Nuno no dia do desaparecimento.

LEIA MAIS: Zé do Pipo está desaparecido há dois dias. Autoridades fazem buscas e carro já foi encontrado

De acordo com o agente, o artista saiu de casa dizendo à mulher que «ia ao banco e à farmácia comprar mais medicamentos». E realmente foi. Passou pelo banco, onde já foram confirmados registos, fez pagamentos na farmácia, também já verificados pela mulher, e, a seguir, nunca mais ninguém soube do seu paradeiro.

Tudo aconteceu na segunda-feira, pelas 14h00. A viatura foi encontrada perto do mar esta quarta-feira, dia 7 de novembro. Não há certezas de que tenha desaparecido no mar. «Só se sabe que está desaparecido», diz Luís Martins ao nosso site.

«A profissão não era compatível com a doença»

Seguido por um psiquiatra, Nuno Batista deu o último concerto no dia 11 de outubro. O médico concluiu que «a profissão era não era compatível com a doença».

«Ele estava doente, com uma depressão muito grande. Andávamos a ver se a coisa aguentava», explica. Mas a depressão acabou por ser mais forte do que o amor aos palcos e à personagem Zé do Pipo.

veja a noticia completa aqui

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS