Stan Lee é acusado de assédio sexual aos 95 anos

O crime remonta ao ano de 2017 mas só agora foi tornado público. Stan Lee ainda não se pronunciou mas a mulher já o defendeu em público.

Stan Lee é acusado de assédio sexual aos 95 anos

O crime remonta ao ano de 2017 mas só agora foi tornado público. Stan Lee ainda não se pronunciou mas a mulher já o defendeu em público.

Stan Lee junta-se aos vários rostos que têm sido envolvidos em casos de assédio sexual. Aos 95 anos o criador de super-heróis como Homem-Aranha, Thor, X-Men, entre muitos outros vê o seu nome ser dado como autor de uma tentativa de assédio.

LEIA TAMBÉM: Bruna Lombardi acusa Jon Bon Jovi e Donald Trump de assédio

O caso remonta ao ano de 2017, mas só agora foi tornado público. Ao que parece o criador das personagens da Marvel foi acusado pela massagista, Maria Carballo, do hotel Hyatt Regency, em Chicago.

Segundo as informações que constam no processo, 30 minutos após ter iniciado a massagem, Maria notou que Stan Lee se começou a acariciar. Depois disso seguiram-se vários gemidos levando Maria a recusar continuar a massagem.

No dia seguinte ao ocorrido, Stan terá pedido desculpa à massagista e pediu um novo tratamento. Maria voltou então ao quarto onde Lee estava hospedado mas a situação repetiu-se.

Enquanto lhe era feita uma massagem Shiatsu, na qual são utilizados os pés em vez das mãos, a massagista foi surpreendida por uma atitude inesperada.

«Lee agarrou o seu pé e moveu-o contra o pénis», revelam as declarações no processo.

Este ato levou a que Maria iniciasse um processo crime exigindo o pagamento de uma indemnização.

ESPREITE AINDA: Fotógrafo da rainha Isabel II acusado de assédio sexual

Em declarações ao site TMZ, Keya Morgan, companheira de Stan Lee, negou as acusações das quais o marido é acusado: «O Stan Lee tem 95 anos, é totalmente inofensivo e é 100% inocente, e nega quaisquer acusações falsas».

Fotos: Reuters

 

Impala Instagram


RELACIONADOS