Robert De Niro acusado de assédio sexual

Robert De Niro está a ser acusado de assédio sexual e discriminação de género por parte de uma ex-funcionária.

Robert De Niro acusado de assédio sexual

Robert De Niro acusado de assédio sexual

Robert De Niro está a ser acusado de assédio sexual e discriminação de género por parte de uma ex-funcionária.

Uma ex-funcionária acusa Robert De Niro de abuso verbal, comportamento inadequado e discriminação de género. Este é o contra-ataque de Graham Chase Robinson, que está a ser processada pela empresa por ator por gastar centenas de milhares de dólares com um cartão de crédito da empresa.

LEIA DEPOIS
Rodrigo Menezes morreu há cinco anos

No processo judicial que decorre num tribunal federal de Nova Iorque, a mulher alega que Robert De Niro a submeteu a «contactos físicos indesejados». Garante ainda que este lhe fez, de forma repetida, comentários ofensivos e que foi obrigada a desempenhar tarefas domésticas que não eram pedidas a funcionários do sexo masculino, como coçar as costas do ator, apertar as camisas ou ainda lavar a roupa.

Ex-funcionário pede 11 milhões de euros de indemnização

Graham Chase Robinson contesta também o facto de o seu ordenado ser inferior ao dos seus colegas, ainda que tivesse maiores responsabilidades, pedindo agora uma indemnização de 11 milhões de euros por salários e danos perdidos.

Esta acusação surge na sequência do processo movido pela Canal Productions, empresa da estrela de Hollywood, que acusa a antiga funcionária de gastar indevidamente dinheiro da empresa para os seus próprios gastos. Como prova desta acusação, alega que Graham Chase Robinson pagou cerca de 11 mil euros em restaurantes e 29 mil em táxis e Uber. A Canal Productions diz ainda que a mulher passava demasiado tempo a ver séries televisivas.

Enquanto a ex-funcionária pede uma compensação de 11 milhões de euros por salários e danos perdidos, a empresa de De Niro pretende uma indemnização de 5,5 milhões de euros de indemnização .

James Franco também é acusado de assédio sexual

Além de Robert De Niro, outra estrela de Hollywood é acusada de assédio sexual. Duas estudantes processaram James Franco, alegando que este se aproveitou sexualmente delas. Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal frequentavam a escola de representação do ator.

As mulheres já tinham denunciado James Franco por suposta má conduta sexual em 2018, recordando o comportamento inadequado deste, em 2014, durante as aulas de representação que incluíam «simulações de atos sexuais que iam muito além dos padrões da indústria».

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 5 de outubro

Texto: Rita Montenegro | Fotos: Reuters

 

Impala Instagram


RELACIONADOS