Marilyn Monroe morreu na miséria: “Não tinha dinheiro nem para um funeral decente”

Marilyn Monroe, aquela que é uma das maiores celebridades de sempre, enriqueceu muitos homens, mas nos últimos dias da sua vida não tinha dinheiro.

Marilyn Monroe morreu na miséria: “Não tinha dinheiro nem para um funeral decente”

Marilyn Monroe, aquela que é uma das maiores celebridades de sempre, enriqueceu muitos homens, mas nos últimos dias da sua vida não tinha dinheiro.

Marilyn Monroe (1926-1962) é uma das celebridades mais conhecidas de todos os tempos, um dos maiores ícones do cinema e de Hollywood. Teve uma vida curta, morreu aos 36 anos, mas ganhou uma fama mundial ímpar. Teve uma vida curta, morreu aos 36 anos, mas ganhou uma fama mundial ímpar. Ainda hoje é recordada como uma das mulheres mais belas que passaram pelo grande ecrã. Inspira publicidades, filmes e produções fotográficas. Os seus vestidos e fotografias são leiloados por milhões de dólares. Contudo, Marilyn Monroe morreu quase na miséria, apesar de ter enriquecido muitos homens. A malograda atriz foi explorada pela indústria cinematográfica. Quem o conta é Joyce Carol Oates, a autora da biografia Blonde, na qual se baseia o próximo filme da Netflix, com o mesmo nome e que retrata a vida de Marylin.

A estreia da produção, dirigida por Andrew Dominik, está marcada para setembro. É a atriz Ana de Armas que vai ‘dar vida’ a Marilyn. Presente no 21.º Festival Internacional de Cinema Fantástico de Neuchâtel, na Suíça, Joyce Carol Oates lamentou o desfecho da história de vida de Marilyn. “Ela ganhou fama mundial, mas criou uma identidade com a qual não conseguia conviver. Uma identidade com a qual ganhou muito dinheiro para muitos homens, mas não tanto para si mesma. Quando ela morreu, aos 36 anos, não tinha dinheiro nem para um funeral decente”, afirmou. “À medida que ficou mais velha, continuou a fazer papéis de uma jovem estrela e sentiu-se humilhada. Não dá para continuar a interpretar a loira burra que está a chegar aos 40 anos”, considerou a escritora de 84 anos. E acrescentou: “Algumas pessoas dizem que ela cometeu suicídio. Eu não acho isso necessariamente. Acho que ela pode ter morrido de algo parecido com desespero extremo”.

Marilyn Monroe: A morte inesperada aos 36 anos

Foi em agosto de 1962 que o Mundo acordou chocado com a morte prematura e inesperada da diva. Foi encontrada morta na cama, na sua casa de Brentwood, na Califórnia, às primeiras horas da manhã do dia 5. Estava rodeada de frascos de comprimidos e tudo aponta que terá morrido de overdose de barbitúrico. Contudo, até hoje as circunstâncias desta partida tão trágica e precoce estão envoltas num grande mistério.

O funeral foi discreto e íntimo, tendo em conta a popularidade mundial de Marilyn. Foi o ex-marido Joe DiMaggio que tratou de organizar o último adeus no cemitério de Westwood, em Los Angeles, impedindo que pessoas que considerava que a tinham prejudicado se despedissem. DiMaggio proibiu a presença da várias celebridades de Hollywood e até da própria família Kennedy.

Texto: Ricardina Batista;
Foto: Reuters

Criador do vestido de Marilyn Monroe não gostou de ver Kim Kardashian com a peça
Bob Mackie, criador do vestido de Marilyn Monroe, não gostou que permitissem o empréstimo do vestido a Kim Kardashian e defendeu: “Ninguém mais deveria ser visto naquele vestido”. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS