Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre após ser internada com covid-19

Miguelina Elói Assis dos Santos, de 71 anos, estava internada desde dezembro por causa de complicações decorrentes da covid-19.

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre após ser internada com covid-19

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre após ser internada com covid-19

Miguelina Elói Assis dos Santos, de 71 anos, estava internada desde dezembro por causa de complicações decorrentes da covid-19.

Ronaldinho Gaúcho está de luto. Dona Miguelina, a mãe do ex-futebolista morreu este sábado, 20 de fevereiro, devido a complicações provocadas pela covid-19.

A notícia foi confirmada pelo Clube Atlético Mineiro, o clube que o ex-jogador do Barcelona representou entre 2012 e 2014, através de uma nota de condolências, divulgada nas redes sociais.

“É com enorme tristeza, que o Clube Atlético Mineiro recebe a notícia do falecimento de Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho. A Família Atleticana está de luto e compartilha com seu ídolo o momento de dor. Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração do nosso eterno craque. Descanse em paz, Dona Miguelina”, pode ler-se.

TComo escreve a Vip, ambém o Fluminense quis prestar as condolências à família do craque. “O Fluminense Football Club lamenta o falecimento de Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho, e manda toda força aos amigos e familiares”, lê-se nas redes sociais.

Miguelina Elói Assis dos Santos já tinha sido internada em dezembro de 2020, depois de ter contraído o novo coronavírus. Na altura, Ronaldinho Gaúcho recorreu às redes sociais para informar os fãs sobre o sucedido. “A minha mãe está com covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no Centro de Tratamento Intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força, mãe”, escreveu.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: redes sociais

LEIA AINDA
Bebé abandonada no hospital tem lesões cerebrais provocadas pela mãe
Creche acusada de queimar bebé de cinco meses
Casal apresentou queixa no Ministério Público contra a Santa Casa da Misericórdia de Vila Velha de Ródão, alegando que a filha de cinco meses sofreu queimaduras de segundo grau quando estava aos cuidados da creche da instituição. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS