Beyoncé perdoa traição e ascende a Deusa nos Grammy Awards

A grávida de gémeos mais famosa do momento surpreendeu o mundo, ontem, com a sua actuação nos Grammy Awards. Saiba tudo sobre esta performance que provocou a loucura nas redes sociais e que perdoou Jay-z.

Beyoncé perdoa traição e ascende a Deusa nos Grammy Awards

A grávida de gémeos mais famosa do momento surpreendeu o mundo, ontem, com a sua actuação nos Grammy Awards. Saiba tudo sobre esta performance que provocou a loucura nas redes sociais e que perdoou Jay-z.

Beyoncé deslumbrou ontem nos Grammy Awards com uma épica performance dos singles Love Drought e Sandcastles na 59ª edição dos Grammy Awards.

Mas a cantora não se ficou apenas por uma actuação que vai ficar para a história. No final, deixou a  plateia emocionada, a aplaudir de pé depois de dizer: “If we’re gonna heal, let it be glorious” (“se te vais curar, que seja glorioso”), sugerindo que perdoa Jay-z pela traição referida em quase todas as músicas do polémico álbum Lemonade. As câmaras, que imediatamente fixaram a cara do rapper, deixaram claro que a infidelidade do marido de Beyoncé é oficialmente águas passadas.

Recorde-se que, quando álbum saiu, a 23 de Abril de 2016, as redes sociais e a comunicação social só falavam e especulavam sobre quem era a “Becky with the good hair”. Apesar de nunca se ter descoberto a identidade da alegada amante de Jay-z, hoje o mundo parece contentar-se em saber que Beyoncé está bem e que o casal está focado no nascimento dos seus próximos dois filhos.

Não foi por acaso que Beyoncé escolheu as músicas Love Drought e Sandcastles para esta atuação. Ao contrário do resto dos singles do álbum, que falam de infidelidade e de ciumes, as músicas que a cantora interpretou ontem são verdadeiros hinos sobre a capacidade de ultrapassar a raiva e de perdoar.

Beyoncé com visual de deusa

A performance foi um êxito, tendo deixado logo o público em êxtase quando, depois de ser apresentada pela sua própria mãe, Beyoncé apareceu com  uma coroa dourada na cabeça e um biquíni no mesmo tom, mostrando com muito orgulho a sua grande barriga de grávida.

A beautiful portrait of GRAMMY winner @beyonce created by @stripes_and_flowers. #GRAMMYs

A photo posted by Recording Academy / GRAMMYs (@recordingacademy) on

Apresentando-se como uma verdadeira deusa, toda a sua actuação foi marcada por cenários e figurinos inspirados em símbolos relativos à feminilidade e à maternidade, tendo inclusivamente feito uma referência à última ceia apenas com elementos femininos.

Aos quatro meses de gravidez e depois de uma sessão fotográfica artística que bateu o recorde na Internet com 10 milhões de gostos, Beyoncé com 36 mostrou ao mundo que é uma verdadeira deusa misericordiosa.

Apesar de Adele ter sido a principal vencedora dos Grammys este ano, Beyoncé foi a artista com mais nomeações (nove), tendo apenas vencido na categoria de melhor videoclipe com Formation e melhor álbum urbano com o polémico Lemonade.

Veja na nossa galeria os melhores momentos de Beyoncé nestes Grammys inesquecíveis.

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS