Cristina Ferreira e Júlia Pinheiro vão acompanhar funeral da rainha Isabel II

As duas apresentadoras já estão acreditadas para acompanhar no terreno as cerimónias fúnebres da rainha Isabel II. Afinal, «tudo é preparado ao pormenor…»

Cristina Ferreira e Júlia Pinheiro vão acompanhar funeral da rainha Isabel II

As duas apresentadoras já estão acreditadas para acompanhar no terreno as cerimónias fúnebres da rainha Isabel II. Afinal, «tudo é preparado ao pormenor…»

Não aconteceu, mas «um dia vai ter de acontecer». Falamos do funeral da rainha Isabel II de Inglaterra e das respetivas operações televisivas levadas a cabo por estações de todo o mundo. Em Portugal, não será exceção e, no caso da SIC, Cristina Ferreira e Júlia Pinheiro estarão juntas a partir de Londres.  As acreditações já estão feitas, revelaram as duas apresentadoras na emissão desta sexta-feira, dia 17 de janeiro, d’O Programa da Cristina. E tudo aconteceu quando a anfitriã das tardes do canal de Paço de Arcos elogiou as competências da colega no domínio da reportagem.

LEIA DEPOIS
Euromilhões | ‘Jackpot’ de 100 milhões de euros saiu a apostador em Portugal

 »És uma repórter de primeira água»

«Tu és uma espetacular apresentadora, mas és uma repórter de primeira água», considerou Júlia Pinheiro, referindo-se às reportagens que Cristina Ferreira fez para a TVI durante a chegada da Seleção Nacional a Portugal aquando da vitória do europeu português de futebol e a visita do Papa Francisco ao nosso país.

«Devias fazer mais», aconselhou a apresentadora do programa Júlia. «Ainda tenho grande esperança de que um dia estejamos juntas…», acrescentou, deixando no ar a hipótese de que tal já fora pensado. «Aliás, já estamos as duas acreditadas», deixou escapar Cristina. Já a amiga foi mais longe e deixou uma garantia: «Iremos a Inglaterra, seguramente.»

Em causa, e apesar de nada fazer crer de um hipotético estado de saúde débil de Isabel II, estão as cerimónias fúnebres da monarca britânica. Apesar de parecer tétrico, a verdade é que, tal como Cristina Ferreira explicou aos espectadores, este é um procedimento entendido como natural no meio.

«Deixa-me explicar, porque acho que às vezes as pessoas não têm noção de como é que as coisas acontecem. Eu e a Júlia já tivemos de enviar as nossas informações todas para estarmos aptas a, caso aconteça alguma coisa à rainha de Inglaterra, podermos lá estar, depois, a fazer reportagem. Imaginem como as coisas são feitas e como tudo é preparado ao pormenor…», explicou.

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala, Reuters e reprodução redes sociais

LEIA MAIS
Tozé Santos e Sá | Ex-concorrente do Big Brother processa Liliana Aguiar
INEM instaura processos disciplinares no caso da morte de Carlos Amaral Dias

Impala Instagram


RELACIONADOS