Cirurgia de Ângelo Rodrigues «correu bem». Ator vai ter alta em breve

Ângelo Rodrigues foi submetido esta quarta-feira, dia 2 de outubro, à segunda e última operação reconstrutiva.

Cirurgia de Ângelo Rodrigues «correu bem». Ator vai ter alta em breve

Cirurgia de Ângelo Rodrigues «correu bem». Ator vai ter alta em breve

Ângelo Rodrigues foi submetido esta quarta-feira, dia 2 de outubro, à segunda e última operação reconstrutiva.

Ângelo Rodrigues foi submetido esta quarta-feira, dia 2 de outubro, à segunda e última operação reconstrutiva. A intervenção cirúrgica foi bem sucedida e, segundo a agência do ator, este deverá ter alta em breve.

LEIA DEPOIS
Tânia Ribas de Oliveira estreia-se na dança do varão

«Correu bem a segunda e última intervenção cirúrgica de reconstrução de parte da perna esquerda», pode ler-se no comunicado enviado. «O ator permanecerá internado para observação, seguindo-se nas próximas semanas, o início do tratamento de fisioterapia já fora da unidade hospital», acrescentou.

 A agência, que gere a carreira de Ângelo Rodrigues fez ainda saber que o seu estado de saúde «mantém-se estável e a sua recuperação está a correr de forma positiva». Internado há mais de um mês no Hospital Garcia de Orta, em Almada, com uma infeção que deverá ter sido provocada por injeções de testosterona, Ângelo Rodrigues prepara-se, assim, para ter alta, mas ainda tem um longo processo de recuperação.

Ator submetido a quatro cirurgias

Foi na sequência de uma infeção generalizada que o ator – que interpreta Bruno na série da SIC, Golpe de Sorte – foi internado. Quatro cirurgias foram levadas a cabo na perna esquerda, de forma a retirar tecidos mortos, sendo que chegou a ser equacionada a amputação do membro.

Foi então que os médicos decidiram submetê-lo a tratamentos numa câmara hiperbárica, que promovem o aceleramento da cicatrização, uma técnica levada a cabo no Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, e que se revelou muito eficaz.

Apoiado pela família, amigos e colegas da SIC

 Durante o internamento, Ângelo Rodrigues tem sido muito apoiado pela família, em especial a mãe e a irmã que têm estado, em permanência no Hospital Garcia de Orta, em Almada, bem como alguns amigos mais próximos.

Algumas figuras públicas manifestaram-se sobre o ator, como foi o caso de Maria João Abreu, atriz que faz de sua mãe em Golpe de Sorte.

«O Ângelo está ótimo e está quase a voltar para nós».«, referiu, à margem da cerimónia dos Globos de Ouro, que se realizou domingo, dia 29 de setembro. Questionada sobre se o ator estaria arrependido pela suposta administração de uma injeção de testosterona, Maria João Abreu foi peremtória:

«Arrependido de quê? Quem é que nunca cometeu…». A atriz interrompeu o seu discurso para revelar que nunca tinha falado do assunto com Ângelo Rodrigues. «Não falei disso com ele, porque não me compete. Só sou mãe dele na ficção, não sou a mãe dele verdadeira», disse.

Também Daniel Oliveira, diretor-geral de entretenimento da SIC, mostrou-se solidário para com um dos rostos da ficção do canal, tendo, inclusivamente, ido visitar Ângelo Rodrigues.

«Fui ao hospital dentro daquilo que eu achava necessário não só do ponto de vista pessoal, como institucional, uma vez que existe essa preocupação e proximidade», afirmou, acrescentando: «A situação exige algum recato e estamos a fazer aquilo que é necessário: a prestar toda a nossa atenção ao caso, com a esperança de que tudo se vá resolver».

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 5 de outubro

Texto: Rita Montenegro

Impala Instagram


RELACIONADOS