Carolina Patrocínio e a polémica das transfusões: Clínica Reviv com licença suspensa

Clínica Reviv vê a sua licença ser suspensa após Carolina Patrocínio ter publicitado tratamento por transfusões

Carolina Patrocínio e a polémica das transfusões: Clínica Reviv com licença suspensa

Clínica Reviv vê a sua licença ser suspensa após Carolina Patrocínio ter publicitado tratamento por transfusões

Em maio, Carolina Patrocínio era notícia devido aos tratamentos feitos em injeções a que se submeteu com o marido, Gonçalo Uva. Entretanto a Clínica Reviv foi alvo de investigação e consequentemente a licença de funcionamento foi suspensa, segundo a Lusa.

Na altura a apresentadora alegava não se tratar de nada nocivo uma vez que eram apenas injeções de vitaminas. Facto, aliás, promovido pela clínica que afirmava: “A gama de tratamentos de bem-estar inclui intravenosas (IVs), como Hydromax, para repor a hidratação, Ultraviv, para ajudar na recuperação da ressaca e de doenças, Megaboost, para proporcionar vitaminas, Vitaglow, para refrescar o aspeto da pele, e Royal Flush, para uma desintoxicação deluxe do organismo”.

A clínica em causa prometia até “perda de peso” e ajudar a curar o “jet lag”, ou seja o desequilíbrio horário causado por viagens, por exemplo.

No site da Reviv, podia ler-se que esta era a “primeira clínica de hidratação IV (intravenosa) em Lisboa” que oferece “tratamentos de bem-estar”, que contribuem para “a recuperação da ressaca e de doenças, como gripe e as alergias, refrescar o aspeto da pele e promover uma desintoxicação do organismo”. A Ordem dos Médicos já se manifestou sobre o assunto e afirma que se trata de “publicidade enganosa”.

A intervenção para investigação surgiu em maio e, no dia em que a inspeção à Reviv Lisbon estava agendada, o estabelecimento estava fechado e a clínica não reabriu desde então, segundo confirmou à agência Lusa fonte oficial da Entidade Reguladora de Saúde.

Leia o resto da notícia aqui.

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS