Atriz revela que o pai da filha é afinal o cunhado

Atriz revela que o pai da filha é afinal o cunhado

Não se fala de outro assunto. Maria Madalena era filha de Saulo, mas afinal é filha de Joanathan. Conheça toda a história

Letícia Almeida é o assunto do momento no Brasil. A atriz revelou, através das redes sociais, que o pai da sua filha Maria Madalena, tratada carinhosamente por Madah, não é o se ex-namorado Saulo Poncio, cantor dos UM44K, mas sim o irmão deste. Jonathan Couto, o pai da criança, também é cantor e é casado com Sarah Poncio, irmã do ex-namorado de Letícia.

Confuso? O Brasil também acha. Mas continue a ler…

Leticia Almeida, Saulo Poncio e Jonathan Couto

«Hoje é o dia em que eu dou um basta, definitivamente, em toda e qualquer especulação sobre minha vida pessoal e da minha filha. Espero que a partir desse dia eu não receba mais mensagens negativas direcionadas a mim e à minha família.

«Venho publicamente anunciar que, sim, a Madah é filha do Jonathan Couto», escreveu Letícia nas redes sociais, de onde apagou todas as contas após a polémica.

LEIA MAIS: Estou grávida. Posso usar vibradores e outros brinquedos?

A menina fruto da traição tem apenas cinco meses. Letícia Almeida participou em projetos da Globo como Meu Pedacinho de Chão e a série Dois Irmãos.

Durante a gravidez e ainda ao lado de Saulo, disse ao site GShow que a gravidez não tinha sido planeada: “Não esperava a gravidez nesse momento. No começo, foi um susto e surgiu como algo inesperado. Mas logo depois todos apoiaram. Agora, é só felicidade”.

Jonathan, ex-cunhado e pai da menina, foi apresentado por Letícia a Sarah, porque ambas frequentavam a mesma igreja. Após o nascimento e feito um teste de paternidade, Saula acabou por descobrir que não era afinal o pai da criança.

«Passei um mau bocado, confesso que ainda estou a recuperar, mas a vida precisa seguir. Resolvi me desligar»

«Passei um mau bocado, confesso que ainda estou a recuperar, mas a vida precisa seguir. Resolvi me desligar do meu relacionamento, que não estava bem há muito tempo. Quanto a Maria Madalena, essa é minha filha, essa não tenho como me desligar», escreveu o elemento traído nas redes sociais.

Sarah, por sua vez, limitou-se a dizer: “Quero dizer a todos que estamos todos bem. Isso tudo é de real importância que tenho a transmitir a vocês”.

O pai, Jonathan, por sua vez, diz que «a única vez» em que segurou Madah «foi sabendo» que a criança «era sobrinha» dele. «Tudo irá se resolver e ser esclarecido na Justiça.»

Letícia Almeida, o ex-namorado Saulo Pôncio, a ex-cunhada Sarah Pôncio, e o ex-concunhado Jonathan Couto

O caso está em tribunal, como explica o pai de Saulo e Sarah, o pastor Márcio Matos, da Igreja Pentecostal Anabatista.

«Os nossos advogados estão cuidando disso para que tudo corra em sigilo, afinal envolve uma menor de idade»

«Letícia era obreira da nossa igreja, todos se conheceram lá. Ela e meu filho, Saulo, tiveram um namoro conturbado, de idas e vindas. Numa destas voltas, o Saulo foi fazer um show em Brasília e, sabe como é jovem… Ela teria ficado sabendo que ele estava lá de brincadeira com umas meninas e não gostou», relata o pastor.

Segundo Márcio, o pastor, ao saber disso, Leticia foi até à casa de Jonathan e Sarah para desabafar. «Não sei se por vingança, raiva… Não sabemos o que se passa no coração do outro.» Jonathan, que também é músico, estava com amigos e Sarah, que já estava grávida do primeiro filho, decidiu ir dormir mais cedo. Terá sido aí, segundo o pastor, que Jonathan e Letícia se envolveram, enquanto Sarah dormia.

Depois de já ter terminado com Saulo,  Letícia descobre estar grávida, mas Saulo assume tanto a criança como a relação.

Como Saulo desconfiou

A gravidez decorreu em harmonia até Maria Madalena nascer. Aí, Saulo começou a receber mensagens nas redes sociais, indicando que Letícia tinha estado com outros homens. Desconfiado, pediu um teste de ADN, que apareceu positivo, embora o pastor afirme que o resultado foi falsificado.

«Letícia recebeu o resultado no próprio e-mail e ela sabia que tinha dado negativo. Mas não sei como forjou e apresentou um exame que dava positivo para a paternidade dele», afirma.

O caso português: Jessica Athayde é «fruto de uma relação duplamente extraconjugal»


RELACIONADOS