Atriz acusada de integrar seita que escravizava mulheres pode ser condenada a prisão perpétua

A atriz Allison Mack, conhecida pelo seu papel em Smalville, foi acusada de manter ligações com a seita NXIVM

Atriz acusada de integrar seita que escravizava mulheres pode ser condenada a prisão perpétua

Atriz acusada de integrar seita que escravizava mulheres pode ser condenada a prisão perpétua

A atriz Allison Mack, conhecida pelo seu papel em Smalville, foi acusada de manter ligações com a seita NXIVM

A atriz Allison Mack, conhecida pelo seu papel em Smalville, foi acusada de manter ligações com a seita NXIVM, grupo liderado por Keith Raniere.A seita  abusava e escravizava mulheres.

Se for considerada culpada, Mack enfrenta uma pena entre 15 anos de prisão e prisão perpétua. Em comunicado,Richard P. Donoghue, o procurador da zona este de Nova Iorque, explicou que a atriz, de 35 anos. “recrutou mulheres” para que estas se juntassem ao grupo. Allison foi apresentada à corte federal de Brooklyn e corre sérios riscos de ser condenada a prisão perpétua.
“A Allison pode ser condenada a prisão perpétua. [A decisão] está dependente da idade das vítimas, as circunstâncias em que o tráfico sexual ocorria e o papel dela nos crimes”, afirmou a advogada Julie Rendelman.
A empresa paraguaia denominada Nxivm, fundada por Raniere, tinha centros operacionais nos EUA, México, Canadá e América do Sul. alegadamente, apoiava grupos de auto-ajuda.  Funcionava em esquema de pirâmide e obrigava os membros a ter aulas adicionais a um preço mais elevado. Estes tinham de trazer outras pessoas para a organização para subir de nível e obter outros privilégios. Mack está envolvida uma vez que é co-criadora de um programa chamado The Source (A Fonte), que recrutava actores.
Mack seria uma das mulheres mais influentes e Raniere o único homem e líder.
Segundo o antigo porta-voz do grupo Frank Palato, DOS, um grupo secreto dentro de seita, terá sido Mack a sugerir punições físicas a quem não cumprisse ordens do líder. No ritual de iniciação,  as jovens recrutadas tinhamque se despir completamente e eram  marcadas com um ferro em brasa.

Impala Instagram


RELACIONADOS