Depilação em casa? Portugueses dizem que sim

Um estudo recente revela que quatro em cada cinco portugueses escolhem fazer a primeira depilação em casa, com preferência para métodos como a cera e o creme depilatório.

Depilação em casa? Portugueses dizem que sim

Depilação em casa? Portugueses dizem que sim

Um estudo recente revela que quatro em cada cinco portugueses escolhem fazer a primeira depilação em casa, com preferência para métodos como a cera e o creme depilatório.

Um estudo recente revela que quatro em cada cinco portugueses escolhem fazer a primeira depilação em casa, com preferência para métodos como a cera e o creme depilatório. As mulheres começam a fazer a depilação, em média, com 17 anos e os homens afirmam fazer a primeira depilação em torno dos 20 anos.

Dados do mesmo estudo indicam também que 95% da população feminina já fez depilação e, desses, 93% continuam a fazê-la de forma regular. No caso dos homens, apenas 22% afirmam já ter feito depilação em alguma parte do corpo e apenas 1% não continuou a fazer regularmente.

A cera quente ou fria, assim como o creme depilatório são os métodos preferidos das mulheres portuguesas, devido à sua longa duração e eficácia. Ainda de acordo com o mesmo estudo, nas mulheres, a primeira depilação é feita nas axilas e nas pernas.

No entanto, este não é um assunto exclusivo da população feminina, já que os dados revelam que o creme depilatório é o método mais utilizado pelos homens portugueses por ser prático, rápido, fácil de aplicar e indolor. A faixa etária da população masculina que utiliza creme depilatório é mais jovem do que a que utiliza cera. Na primeira vez que se depilam, os homens optam por fazê-lo no peito e nas axilas, em casa.

Depilação é prática cada vez mais frequente

A depilação é uma prática cada vez mais frequente e associada à estética e ao bem-estar de quem a faz. Nos dias de hoje, a diversidade de produtos que existem no mercado possibilita que cada pessoa possa decidir como e onde se quer depilar. Os métodos existentes são cada vez mais inovadores, eficazes e indolores, permitindo aos seus consumidores uma utilização mais prática, cómoda e económica. Algumas marcas chegam mesmo a disponibilizar produtos com características exfoliantes e hidratantes, havendo soluções para todos os tipos de pele.

O estudo, promovido pela Nielsen a pedido da RB Healthcare, envolveu uma amostra total de 1000 pessoas, com idades compreendidas entre os 16 e 65 anos de idade, residentes em Portugal Continental. Entre os participantes, 514 são do sexo feminino e 486 do sexo masculino.

LEIA MAIS

6 sinais de que está com falta de vitamina D

Beba muita água: 5 dicas para manter o corpo hidratado

Previsão do tempo para quarta-feira, 28 de agosto

 

Impala Instagram


RELACIONADOS