Calor: Os perigos do sexo dentro de água

O bom tempo pode ser um bom mote para a prática de sexo dentro de água. No entanto, será esta uma prática segura?

Calor: Os perigos do sexo dentro de água

Calor: Os perigos do sexo dentro de água

O bom tempo pode ser um bom mote para a prática de sexo dentro de água. No entanto, será esta uma prática segura?

Verão, calor e férias podem ser bons motes para a prática de sexo dentro da piscina, do mar e mesmo do jacuzzi. Mas será esta uma prática segura? A revista norte-americana Women’s Health fez uma compilação dos problemas que pode vir a ter se praticar sexo dentro de água. Ora veja!

LEIA DEPOIS
Quer ter uma boa higiene oral? Siga estas cinco dicas!

Bactérias e cloro não

A água dos rios e do mar contém bactérias que, caso decida praticar sexo dentro dela, serão empurradas para dentro da vagina. Também pode acontecer com piscinas e jacuzzis uma vez que, além das bactérias, a água terá cloro que contém químicos e que se foram empurrados para dentro da vagina aumentam o risco de uma infeção.

Secura vaginal

De acordo com o ginecologista Antonio Pizzaro, a água seca a vagina uma vez que ‘lava’ toda a lubrificação que o corpo produz durante a relação sexual. Situação que provoca muita fricção durante o ato e que, além de poder provocar dor, pode dar origem a infeções.

Preservativo perde eficácia

Sexo seguro dentro de água será difícil uma vez que o preservativo não é tão eficaz dentro de água. Devido à fricção extra, podem romper-se com mais facilidade.

Mas há uma alternativa…No entanto, se quiser mesmo praticar sexo com água à mistura, escolha o chuveiro. O risco de infeção é menor, não haverá tanta fricção e o preservativo continua a ser eficaz.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para domingo, 25 de agosto

Impala Instagram


RELACIONADOS