Depilação íntima e definitiva. Todos os cuidados a ter

Se procura uma solução a longo prazo para o drama dos pelos, a depilação a laser é uma boa escolha e segura … e há várias opções.

Depilação íntima e definitiva. Todos os cuidados a ter

Depilação íntima e definitiva. Todos os cuidados a ter

Se procura uma solução a longo prazo para o drama dos pelos, a depilação a laser é uma boa escolha e segura … e há várias opções.

Tornou-se o assunto da semana o momento em que Cristina Ferreira perguntou a Maria Cerqueira Gomes se ela fazia a depilação a laser. “Não te dói?” Maria disse que sim, mas não se livrou de uma pergunta mais íntima: “Fazes laser no pipi também?”. “Faço”, disse, entre risos. De facto, a depilação é um dos temais mais íntimos abordados nas conversas entre mulheres e, muitas vezes, é pela experiência das amigas que decidimos o que fazer. Quando procuramos soluções a longo prazo, a depilação a laser é uma opção. Lembre-se, no entanto, que antes de avançar com um tratamento de depilação definitiva é recomendado que faça uma consulta, para perceber qual o melhor método para si, bem como para fazer um diagnóstico à sua pele.

Como funciona o laser?

A depilação a laser funciona utilizando luz concentrada para afetar os folículos pilosos, que são pequenas cavidades na pele a partir das quais o pelo cresce. O folículo capilar absorve o laser, que é atraído pelo pigmento melanina do pelo, evaporando-o instantaneamente. Porque o pigmento do pelo atrai o laser, os pelos mais escuros absorvem o laser com mais eficácia, razão pela qual pessoas com cabelos escuros e pele clara são candidatas ideais para a depilação a laser. Existem diferentes métodos, como o de Alexandrite, de díodo, de luzes pulsadas, entre outros. Em relação à depilação da zona íntima (só virilhas ou total), tudo depende do local onde se dirige e que serviços lhe oferecem, pois atualmente há muita oferta.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.maria.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS