Borbulhas na vagina são muito mais perigosas do que imagina

Borbulhas na vagina podem estar relacionadas com infeções ou inflamações. Maria de Lurdes Banazol, ginecologista-obstetra, explica por que deve estar alerta.

Borbulhas na vagina são muito mais perigosas do que imagina

Borbulhas na vagina são muito mais perigosas do que imagina

Borbulhas na vagina podem estar relacionadas com infeções ou inflamações. Maria de Lurdes Banazol, ginecologista-obstetra, explica por que deve estar alerta.

Poucas são as mulheres que nunca tiveram borbulhas na vagina. É, de facto, um desconforto enorme e é mais frequente do que pode imaginar-se. O importante, no entanto, é perceber as causas do aparecimento e como tratá-las para que não se transformem num problema maior. Muitas das mulheres que fazem a depilação com cera, pinça ou lâmina têm maior probabilidade de desenvolver um pêlo encravado na zona púbica, que pode dar origem a uma borbulha que dói.

LEIA DEPOIS
Caroços no corpo… o que poderá ser?

Borbulhas na vagina podem estar relacionadas com infeções ou inflamações

As borbulhas na vagina podem estar relacionadas com infeções ou inflamações. Para falar sobre o tema, o nosso site Crescer falou com Maria de Lurdes Banazol, ginecologista-obstetra. «Normalmente, aparecem como bolhas de água quando se trata de infeções virais, que deverão ser tratadas com antivírus orais e locais. Podem ser também infeções bacterianas, os chamados furúnculos que contêm pus e devem ser tratados com antibióticos e anti-inflamatórios (às vezes formam abcessos) que podem necessitar de ser drenados», explica a especialista.

Higiene é essencial, mas as borbulhas podem surgir por outras causas

Segundo Maria de Lurdes Banazol, por vezes as borbulhas podem ter um componente alérgico, devido aos pensos diários, medicação local, produtos de lavagem local, entre outras coisas. A higiene é importante, mas geralmente as borbulhas têm origem devido a outras causas. «A maioria das borbulhas da vulva e do perineo é resultante de uma inflamação na raiz dos pêlos púbicos, quando a mulher os rapa com lâmina, ou outra forma de extração. Neste caso, as borbulhas devem ser tratadas com cremes apropriados anti-inflamatórios, porque muitas vezes infetam e podem formar abcessos», alerta a ginecologista.

LEIA TAMBÉM
Tem corrimento rosado? É provável que esteja grávida

Pequenos gestos que ajudam a reforçar as defesas

Há pequenos gestos que ajudam a reforçar as defesas naturais da região vaginal. Segundo o site oficial das Farmácias Portuguesas, a prevenção passa por evitar vestuário apertado (calças, por exemplo), porque favorece um ambiente suscetível ao desenvolvimento de agentes infecciosos, e preferir roupa interior de algodão, que permite a circulação de ar. Tenha cuidado ao fazer a depilação, principalmente no uso de produtos de higiene. Prefira os naturais, mas experimente sempre numa zona pequena primeiro, para ver se faz reação alérgica. Nunca deve espremer-se a borbulha, com ou sem pus, porque aumenta o risco de infeção. Se a situação não melhorar, o ideal é marcar consulta de ginecologia.

Texto: Filipa Rosa | WiN, jornalista do nosso site Crescer

LEIA MAIS
Hidratar a vagina melhora o sexo e estimula o cérebro
Técnicas para melhorar a estética da vagina e ter mais prazer

Impala Instagram


RELACIONADOS