Inflação em Portugal será quase 4 vezes maior do que o previsto

A guerra na Ucrânia está a provocar, além do terramoto humanitário, um verdadeiro tsunami na Economia. Portugal previa 1,7 de inflação para 2022, mas deverá chegar a dezembro nos 6,3 (quase 4 vezes mais).

Inflação em Portugal será quase 4 vezes maior do que o previsto

Inflação em Portugal será quase 4 vezes maior do que o previsto

A guerra na Ucrânia está a provocar, além do terramoto humanitário, um verdadeiro tsunami na Economia. Portugal previa 1,7 de inflação para 2022, mas deverá chegar a dezembro nos 6,3 (quase 4 vezes mais).

O mais recente relatório da OCDE coloca a inflação em Portugal nos 6,3% em 2022, praticamente quatro vezes mais do que os 1,7% projetados em dezembro de 2021. Além da catástrofe humanitária, a guerra na Ucrânia também desencadeou de facto crise de inflação que está a afetar pessoas todo o mundo. De acordo com o gráfico (no final do artigo) baseado nas últimas Perspetivas Económicas da OCDE, o impacto do aumento dos preços para o consumidor está a ser sentido especialmente na Europa e nos países vizinhos da Ucrânia. Para a Lituânia, os analistas da OCDE projetam uma taxa de inflação de 15,6% para este ano – em comparação com a previsão anterior de dezembro de 2021, trata-se de um aumento de 12,4 pontos percentuais.

Para ler depois
Recursos naturais do Planeta para este ano esgotam-se em 28 de julho
Em apenas 7 meses, o Planeta esgota os recursos naturais possíveis de recuperar num ano. Em 28 de julho deste ano, será o Dia da Sobrecarga da Terra. Portugal já o atingiu: tudo o que consumirmos a partir de agora será irrecuperável pela Natureza (… continue a ler aqui)

O aumento da inflação, em grande parte causado pela escalada dos preços da energia e dos alimentos, está a causar dificuldades para as pessoas de baixa rendimento e a aumentar a insegurança alimentar nas economias mais pobres do Mundo. De acordo com a OCDE, as pressões sobre as cadeias de suprimentos e os preços dos bens essenciais devem diminuir gradualmente até 2023 e o impacto do aumento das taxas de juro também deve ser sentido até lá. Para lá dos países mais pobres, no entanto, projeta-se que o núcleo da inflação deverá manter-se também em muitas das principais economias, pelo menos até ao final do ano.

Infographic: Inflation Projections and the War in Ukraine | Statista

Statista

Impala Instagram


RELACIONADOS