Ásia aprova liderança norte-americana de Biden após queda no mandato de Trump

A avaliação positiva à liderança norte-americana do presidente George Biden na Ásia dispara depois do mandato de Trump. A da China está no nível mais baixo de sempre.

Ásia aprova liderança norte-americana de Biden após queda no mandato de Trump

Ásia aprova liderança norte-americana de Biden após queda no mandato de Trump

A avaliação positiva à liderança norte-americana do presidente George Biden na Ásia dispara depois do mandato de Trump. A da China está no nível mais baixo de sempre.

De acordo com estudos realizados em 32 países da Ásia, a aprovação da liderança dos Estados Unidos da América recuperou substancialmente durante o mandato do presidente Joe Biden. Sabe-se agora que 41 por cento dos asiáticos aprovaram a liderança dos EUA em 2021, acima dos 31 por cento em 2020. Biden esteve de visita à Ásia e reuniu-se com os líderes de Japão, Coreia do Sul e Austrália. O agrupamento faz parte de uma estratégia para fortalecer a influência dos EUA na região como contraponto à China.

Apenas a liderança alemã foi considerada um pouco mais alta na Ásia. De todos os entrevistados, 43% disseram que aprovaram, de acordo com estudos de 2021 realizados durante o mandato de Angela Merkel e do sucessor, Olaf Scholz. A liderança chinesa, por outro lado, tem assistido a uma queda cada vez mais acentuada, tendo atingido um mínimo de apenas 27%, no ano passado.

Aliados próximos dos EUA na região, como os do grupo asiático Quad – Japão, Coreia do Sul e Austrália –, estavam entre os que classificaram a liderança de Biden acima da média – com classificações de 50% ou mais – assim como histórico aliado Filipinas (71%). Avaliações mais favoráveis ​​vieram de Taiwan (45%), Vietname (45%), Nova Zelândia (48%) e Tailândia (49%). As classificações baixas aconteceram no Paquistão, na Indonésia, em Singapura e em Hong Kong.

Infographic: U.S. Leadership Approval High in Asia | Statista

Statista

Impala Instagram


RELACIONADOS