Violência e palavrões tramam Ljubomir

A segunda temporada de ‘Pesadelo na Cozinha’ voltou a ser alvo de queixas de linguagem agressiva e violência verbal.

Violência e palavrões tramam Ljubomir

A segunda temporada de ‘Pesadelo na Cozinha’ voltou a ser alvo de queixas de linguagem agressiva e violência verbal.

Depois da primeira temporada de Pesadelo na Cozinha ter sido alvo de várias queixas junto da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), a segunda temporada também já foi alvo de reclamações que têm por base a linguagem utilizada por Ljubomir Stanisic no programa da TVI.

O vocabulário ofensivo levou a três queixas junto da Entidade Reguladora e as mesmas estão agora em apreciação por parte das autoridades competentes.

LEIA MAIS: Saturado, proprietário do estabelecimento chama «besta» a Ljubomir Stanisic

Já no ano passado a primeira temporada do programa de horário nobre nas noites de domingo levou a ERC a pronunciar-se sobre uma frase onde o chef bósnio afirmou: “Se tivesse essa relação com a minha mulher num restaurante, eu, durante a noite, juro-te que lhe cortava a garganta quando chegava a casa”.

Como resposta a esta queixa, a ERC afirmou que via a frase proferida como “particularmente violenta” mas que, face às características do programa e modelo narrativo, não se afigurava como passível de ser entendida como algo literal ou como incitamento à violência.

LEIA MAIS: Pesadelo na Cozinha: As maiores polémicas do chef Ljubomir

Ljubomir procura refúgio no Alentejo

Apesar da segunda temporada ainda estar no ar nas noites de domingo, o chef da TVI procurou refúgio no Alentejo, estando isolado no meio do mato e afirmando à Flash: “Não vejo televisão. Quanto ao programa, só espero que corra bem”, não tendo acesso a televisão, telemóvel ou sequer electricidade.

Ljubomir Stanisic esteve em dúvida como cara da nova temporada do programa vencedor da TVI.

Entre palavrões e comportamentos pouco «politicamente correctos», Ljubomir sempre se apresentou como uma pessoa que não se coíbe em frente das câmaras. Provavelmente, o chef do Pesadelo começou por «chocar» alguns portugueses ao recorrer consecutivamente a palavrões e num discurso considerado por muitos agressivo. Para além da forma de falar, Ljubomir também cativou o público por afirmar por várias vezes desprezar a fama e o estilo de vida que, geralmente, advém da mesma.

«Não sou um actor, sou um cozinheiro. Quando o programa estreou estava na Escandinávia a trabalhar […] Não sou gajo para curtir a fama nem nada dessa merda», garantiu em entrevista à revista SÁBADO.

Impala Instagram


RELACIONADOS