SIC obrigada a apagar todos os vídeos do programa Supernanny

O Supremo Tribunal de Justiça considera que o programa Supernanny «ofende a dignidade humana». Caso canal de Paço de Arcos não cumpra, a multa é de 15 mil euros por dia.

SIC obrigada a apagar todos os vídeos do programa Supernanny

O Supremo Tribunal de Justiça considera que o programa Supernanny «ofende a dignidade humana». Caso canal de Paço de Arcos não cumpra, a multa é de 15 mil euros por dia.

O caso Supernanny continua a dar que falar. Depois de a SIC e a produtora Warner Brothers terem recorrido da decisão do Ministério Público, que considerou que o formato atenta contra «a intimidade da vida privada e os outros direitos de personalidade», o Supremo Tribunal deu razão ao MP, considerando que «a dignidade da pessoa humana é um valor intangível». Desta forma, a SIC fica proibida de «exibir ou, por qualquer modo, divulgar o episódio 3» do programa, sem que, «previamente, comunique e solicite autorização, e a obtenha, de participação dos menores no programa à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens competente». O Supremo considerou também que Supernanny «ofende o valor da dignidade humana».

LEIA DEPOIS
Jordão, o homem que veio para jogar no Benfica mas foi no Sporting que se tornou lenda

Se SIC não apagar Supernanny, paga multa de 15 mil euros por dia

O STJ também deu razão ao Ministério Público e mandou retirar o acesso aos programas 1 e 2 e a retransmissão dos mesmos, e ordenou o bloqueio de «todos os meios onde os conteúdos possam estar ou vir a ser colocados acessíveis» (sites, redes sociais e canais que disponibilizem streaming de vídeo, como o youtube). A SIC está obrigada a garantir que os conteúdos dos programas não serão disponibilizados a outros meios de comunicação do grupo Impresa e a bloquear os mesmos conteúdos das redes sociais e sites onde possam aparecer. Caso qualquer imagem ou vídeo do programa continue disponível a partir da data da decisão do Supremo, a Justiça pode obrigar ao pagamento de uma multa de 15 mil euros diários. A SIC e a Warners Brothers já pediram recurso e o processo foi remetido para o Tribunal Constitucional.

Texto: Patrícia Correia Branco | WiN

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 19 de outubro
Detido suspeito de abuso sexual de filho da companheira em Évora

Impala Instagram


RELACIONADOS