Os Simpsons: A família que faz parte da sua há 30 anos

A série estreou a 19 de abril de 1987, com um episódio de 1 minuto, durante a série de TV «The Tracey Ullman Show», nos Estados Unidos. Mas só viria a aparecer em nome próprio, a 17 de dezembro de 1989, com um episódio especial de Natal.

Os Simpsons: A família que faz parte da sua há 30 anos

Os Simpsons: A família que faz parte da sua há 30 anos

A série estreou a 19 de abril de 1987, com um episódio de 1 minuto, durante a série de TV «The Tracey Ullman Show», nos Estados Unidos. Mas só viria a aparecer em nome próprio, a 17 de dezembro de 1989, com um episódio especial de Natal.

Os Simpsons fazem esta terça-feira, 17 de dezembro, 30 anos. A série de animação, criada por Matt Groening, detém o recorde de maior longevidade, e conta com 30 temporadas e 662 episódios (com uma média de 24 minutos cada). Cada episódio custa cerca de 448 mil euros e demora entre seis a oito meses a ser feito.

LEIA DEPOIS

Série retira episódio com Michael Jackson

A série estreou a 19 de abril de 1987, com um episódio de 1 minuto, durante a série de TV «The Tracey Ullman Show», nos Estados Unidos.

Viria a aparecer em nome próprio a 17 de dezembro de 1989 com um episódio especial de Natal.

Após 30 anos, a série é transmitida em mais de 70 países, tem uma estrela no Passeio da Fama, em Hollywood, e já arrecadou mais de 30 Emmys. O custo de 30 segundos de publicidade no intervalo dos Simpsons, nos EUA, de acordo com uma pesquisa da Forbes, é de cerca de 145 mil euros.

Apesar do sucesso, a audiência tem vindo a cair. A primeira temporada, em 1989, somou em média 27,8 milhões de espetadores. Hoje, os Simpsons são assistidos por cerca de 4 milhões de pessoas em cada episódio.

Curiosidades sobre Os Simpsons

Amarelo para fazer a diferença

A cor amarela dos personagens d’Os Simpsons não é ao acaso. O criador explica que queria algo diferente. «Uma ilustradora apareceu com os Simpsons amarelos e eu disse: ‘É isso mesmo!’. Assim, quando estiver a ver televisão e lhe aparecer um flash amarelo já sabe que está a ver os Simpsons», explicou Matt Groening, em 2007.

Nomes dos personagens inspirados na família do criador

Os nomes dos personagens principais são inspirados na família do criador. Os pais de Matt Groening chamavam-se Homer Groening e Margaret Wiggum. As irmãs de Groening chamam-se Lisa Groening e Margaret Groening, ou Maggie, e Patricia Ann Groening, que serviu de inspiração para o nome de Patty, irmã de Marge.

Voz feminina de Bart

A voz original de Bart é da norte-american Nancy Cartwright

Dedos

Apenas duas personagens têm cinco dedos: Deus e jesus. As restantes têm quatro.

‘D’oh!’

A conhecida interjeição de Homer Simpson foi criada pelo ator que lhe dá voz – Dan Castellaneta. No guião aparecia apenas ‘grunhido de irritação’ e Dan decidiu inspirar-se em Jimmy Finlayson, que entrava nos filmes de ‘Bucha e Estica’

‘D’oh!’ no dicionário

A interjeição entrou no Dicionário Oxford em 2001. «Expressar frustração ao perceber que as coisas correram mal ou não conforme o planeado, ou que se acabou de fazer ou dizer algo tolo. Também (usado normalmente num tom depreciativo): apontar que outra pessoa disse ou fez algo tolo.»

Porquê Spingfield?

Matt Groening escolheu a cidade Springfield para alojar Os Simpsons por ser «uma das mais comuns nos Estados Unidos». O criador já estava a antever o sucesso da série.

Texto: Jéssica dos Santos

LEIA MAIS

Mundial 2018: Há 21 anos a série colocava Portugal na final

Impala Instagram


RELACIONADOS