“O Salvador vai cumprir todos os passos até à vitória”

Luísa Sobral explica porque é que o irmão só viaja, para Kiev, dois dias antes da Eurovisão.

“O Salvador vai cumprir todos os passos até à vitória”

Luísa Sobral explica porque é que o irmão só viaja, para Kiev, dois dias antes da Eurovisão.

Os problemas de coração e as hérnias no estômago têm assombrado a vitória de Salvador Sobral, que só poderá viajar para Kiev, Ucrânia, entre seis e sete de maio. A restante delegação portuguesa irá partir a 29 de abril, onde se inclui Luísa Sobral.

Será a compositora de Amar Pelos Dois a cumprir os ensaios técnicos. “Foi uma decisão médica. Ele não pode viajar tanto tempo. Nós já sabíamos que ele nunca poderia ir tanto tempo. Eles [organização da Eurovisão] foram incríveis e arranjaram logo esta solução. Eu vou fazer os ensaios em que não é tão essencial o meu irmão estar presente”, afirmou Luísa Sobral.

Europa está a torcer por Salvador Sobral

Questionada sobre se a saúde do intérprete condicionou a preparação da participação portuguesa na Eurovisão, Carla Bugalho é peremptória. “Não. Foi uma questão de trabalharmos com a Eurovisão. Houve uma grande abertura da parte deles para compreender a situação e foi realmente fácil. Eles [organização da Eurovisão] estão a torcer tanto como nós pela canção portuguesa”, disse a chefe de delegação de Portugal.

Já Gonçalo Madaíl, diretor da RTP Memória, que também integrará a delegação portuguesa, explicou como se prepara esta ida a Kiev, tendo em conta as questões de saúde de Salvador. “Com calma, com humanismo e sensibilidade. O Salvador precisa de um bocado de espaço para descansar, isto é um processo muito cansativo. A RTP explicou à Eurovisão que precisávamos de um tratamento cuidadoso. A organização reagiu muito bem a isso e ficou tremendamente convencida com a música. A música foi o melhor cartão de visita para lidarmos diplomaticamente com eles”, garantiu o responsável da RTP.

Leia mais aqui

Impala Instagram


RELACIONADOS