La Casa de Papel é a série de que todos falam

É o caso mais recente de um sucesso da Netflix que alcança a fama mundial. Mas o que faz de «La Casa de Papel» a série de televisão de que todos falam? A minissérie espanhola de 15 episódios conta a história de 8 assaltantes que organizam aquele que consideram ser o assalto mais genial da história. […]

La Casa de Papel é a série de que todos falam

La Casa de Papel é a série de que todos falam

É o caso mais recente de um sucesso da Netflix que alcança a fama mundial. Mas o que faz de «La Casa de Papel» a série de televisão de que todos falam? A minissérie espanhola de 15 episódios conta a história de 8 assaltantes que organizam aquele que consideram ser o assalto mais genial da história. […]

É o caso mais recente de um sucesso da Netflix que alcança a fama mundial. Mas o que faz de «La Casa de Papel» a série de televisão de que todos falam? A minissérie espanhola de 15 episódios conta a história de 8 assaltantes que organizam aquele que consideram ser o assalto mais genial da história. O grupo está no interior da Casa Nacional da Moeda de Espanha enquanto o mentor do assalto, que dá pelo nome de professor, tenta manipular as autoridades espanholas para levar a cabo o assalto perfeito. Drama e suspense são dois dos ingredientes que estão a conquistar os fãs de «La Casa de Papel».

Criada para a Antena 3, uma emissora de televisão por assinatura espanhola, a série foi inicialmente emitida no ano passado, com 15 episódios de aproximadamente 70 minutos de duração. Quando foi adquirida pela Netflix, sofreu algumas mudanças. Os primeiros 9 episódios deram lugar a 13, com aproximadamente 50 minutos cada um. Os restantes episódios, que estão a ser vistos como uma segunda temporada mas que fazem parte da primeira, serão disponibilizados em Abril na plataforma. Esta mudança não foi muito bem recebida por alguns fãs, mas elogiada por outros que consideravam os episódios muito longos.

«La Casa de Papel» foi eleita a melhor série espanhola da história

Edições à parte, «La Casa de Papel» transformou-se num sucesso mundial. O público está rendido e a crítica também. A minissérie foi eleita a melhor série espanhola da história, elogio atribuído por diversos e prestigiados meios de comunicação social espanhóis. Mas a fama não se fica por Espanha, onde a série foi vista por mais de 1,8 milhões de pessoas. A «Variety» defende que estamos perante uma «obra-prima». A série de televisão também tem vindo a conquistar prémios em diferentes festivais dedicados aquilo que de melhor se faz em televisão. A fama é tanta que até o Carnaval do Brasil se rendeu a «La Casa de Papel», com a roupa e máscaras utilizadas pelos assaltantes a servir de disfarce em blocos carnavalescos.

Uma das estrelas da série é Úrsula Corberó, que em «La Casa de Papel» dá vida a Tóquio. Os assaltantes têm nomes de cidades para que a informação sobre cada um seja a menor possível. O nome da atriz catalã tem vindo a ganhar destaque internacional devido à prestação naquela que é a série de televisão do momento. Úrsula foi escolhida para a segunda temporada de «Snatch», série inspirada no filme «Snatch – Porcos e Diamantes», filme de Guy Ritchie que conta com Brad Pitt, Jason Statham e Benicio Del Toro nos principais papéis.

Além de Úrsula Corberó, «La Casa de Papel» conta ainda com Alba Flortes (Nairóbi), Miguel Herrán (Rio), Paco Tous (Moscovo), Pedro Alonso (Berlim), Jaime Lorente (Denver), Darko Peric (Helsínquia), e Roberto García (Oslo) no papel de assaltantes. A série criada por Álex Pina conta ainda com Álvaro Morte no papel de Professor, o mentor do assalto. A série está disponível na Netflix.

Veja o trailer aqui.

Texto: Bruno Seruca

Impala Instagram


RELACIONADOS