Estrangulador de Chicago matou mais de 50 mulheres e continua a ser procurado

Ao longo de 20 anos, mais de 50 homicídios de mulheres, sobretudo afro-americanas, foram atribuídos ao Estrangulador de Chicago. Até hoje, os casos continuam por resolver.

Estrangulador de Chicago matou mais de 50 mulheres e continua a ser procurado

Ao longo de 20 anos, mais de 50 homicídios de mulheres, sobretudo afro-americanas, foram atribuídos ao Estrangulador de Chicago. Até hoje, os casos continuam por resolver.

Na cidade de Chicago registaram-se ao longo de 20 anos mais de 50 homicídios de mulheres, sobretudo afro-americanas, por estrangulamento. Até hoje, os casos continuam por resolver, levando muitos a acreditar na existência de um assassino em série que continua a monte. Chamam-lhe Estrangulador de Chicago.

Para ler depois
Sara Norte recorda dia em que saiu em liberdade: “Só eu sei o que ali vivi”
Sara Norte cumpriu 16 meses de prisão por tráfico de droga em Algeciras, Espanha. A atriz da SIC recorda agora o dia em que, há nove anos, saiu em liberdade (… continue a ler aqui e veja as fotos desse dia)

A série sobre o caso aparentemente impossível de resolver – com estreia marcada no canal por cabo ID neste domingo, 12 de junho, às 22h00, revela o impacto emocional e devastador sobre as famílias das vítimas e analisa os homicídios no contexto de décadas de racismo e negligência nestas comunidades do Sul e Oeste de Chicago.

Os fãs de crime-real encontram no ID algumas das melhores séries do momento disponíveis na televisão. Em junho, o canal propõe, além da programação regular, um especial que reúne alguns documentários e séries extremamente intrigantes, entre eles este The Hunt for the Chicago Strangler – Caça ao Estrangulador de Chicago.

Impala Instagram


RELACIONADOS