Cinzas do serial Killer Jeffrey Dahmer podem ser suas

Está à venda a urna que contém as cinzas de Jeffrey Dahmer, o serial killer que assassinou 17 pessoas e devorou partes dos corpos das vítimas.

Cinzas do serial Killer Jeffrey Dahmer podem ser suas

Está à venda a urna que contém as cinzas de Jeffrey Dahmer, o serial killer que assassinou 17 pessoas e devorou partes dos corpos das vítimas.

A lata que contém as cinzas do serial killer Jeffrey Dahmer está à venda por 257 mil euros. O controverso artigo está à venda no site pessoal de um canadiano que é especializado em itens que pertenceram a criminosos famosos. A notícia é avançada pelo New York Post que salienta que também a bíblia do assassino está a ser comercializada por 53 mil euros. Bem como cartas que Jeffrey enviou a familiares enquanto estava detido.

Jeffrey Dahmer: Como funciona o cérebro de um assassino em série
Jeffrey Dahmer é lembrado por atrocidades que incluem assassinato, necrofilia e canibalismo. O neurocientista Fabiano de Abreu explica o que está por trás de uma mente assassina (… continue a ler aqui)

“O recipiente com as cinzas do Monstro de Milwaukee é o item mais raro que tenho à venda”, explica Taylor James, que recusa explicar como é que teve acesso aos restos mortais do homem que matou 17 pessoas e que devorou partes dos corpos das vítimas. O nome de Jeffrey Dahmer, que cometeu os assassinatos entre 1978 e 1991, saltou para a ribalta graças à série Dahmer Monstro: A história de Jeffrey Dahmer, disponível no catálogo da Netflix.

Jeffrey Dahmer foi espancado até à morte em 1992

Jeffrey Dahmer foi condenado à prisão perpétua em 1992 e morreu aos 34 anos, em 1994, depois de ter sido espancado até à morte por outro detido na Columbia Correctional Institution, uma prisão de segurança máxima no estado norte-americano do Wisconsin. O serial killer foi cremado em 1995, tendo as cinzas sido divididas entre os pais. Numa fase inicial, a progenitora de Jeffrey permitiu que o cérebro do filho fosse conservado para ser alvo de estudo por cientistas, mas o órgão acabaria cremado um ano depois.

A mãe de Jeffrey Dahmer morreu em 2000. O pai, Lionel Dahmer, está vivo e vive em reclusão no estado de Ohio. Em 1995 lançou o livro A Father’s Story (em tradução livre, A História de um Pai) em que conta a sua versão para a história do filho.

Texto: Bruno Seruca

Impala Instagram


RELACIONADOS