João Gonzalez

Rentrées* de Setembro – A opinião de João Gonzalez

Setembro é por norma o mês das rentrées, ou como quem diz o regresso de certos e determinados actores, figurantes e outros figurões da nossa sociedade, após o Agosto a banhos, à avidez do protagonismo e do tempo de antena.
João Gonzalez Artigo de opinião de João Gonzalez

Setembro é por norma o mês das rentrées, ou como quem diz o regresso de certos e determinados actores, figurantes e outros figurões da nossa sociedade, após o Agosto a banhos, à avidez do protagonismo e do tempo de antena.
A rentrée, ou aplicando um termo menos beto e menos cagão, a reentrada na vida real vem registada e com aviso de recepção, isto é, eles começam a ameaçar em finais de Agosto ao que vêm para em Setembro se iniciar o massacre atroz e impiedoso às nossas horas de convívio familiar e à nossa já pouco funda carteira.

A rentrée escolar é das mais cruéis, ainda está um gajo a reflectir que necessita urgentemente de férias das férias e já estão os editores a comer-nos a carnada com os livros e manuais escolares, é o primeiro sinal de terrorismo dessa cabra da rentrée, depois… depois surgem em cena os figurões que referi, esses que tais, os politiqueiros que se julgam os benfeitores e pensadores das nossas vidas. Não vou referir nomes, mas o Santana é que sabe disto, qual raposa do deserto, este Rommel da vida política sabe mais disto do que um puto de 10 anos de futebol de rua. Enquanto a maioria dos líderes políticos anda a molhar os tintins no mar algarvio o Pedrito anda a saltitar de canal em canal a apregoar o seu novo partido, a Aliança social-democrata-ex-PPD, mas Sá-Carneirista dos 7 costados e tal, vai uma apostinha em como a apresentação da Aliança ex-PPD coincide com a Festa do Pontal?

Mas falemos de rentrées à séria. Para a maioria dos machos a verdadeira rentrée de 2018 é o início da fase de grupos da Liga dos Campeões, para as senhoras, além de uma ou outra nova novela, a fábula da transferência da Cristina para a SIC, outro grande anúncio de finais de Agosto, parece prometer o preenchimento da vida de muita gente, principalmente da conta bancária da mesma, mas ainda assim, foi jogada de mestre, qual CR7 do entretenimento televisivo a Tina não foi de modas e fez um pontapé de bicicleta do catano.
Resumindo, a reentrada promete algo como: “(voz coloquial): Nos termos da Lei, o Tempo de Antena é da exclusiva responsabilidade das organizações intervenientes (…) blá, blá, blá (…)” e só acordamos com o hino da Liga dos Campeões ou com um berro estridente da Cristina…

*rentrée
(palavra francesa… claro…)

substantivo feminino
1. Reabertura dos teatros no começo do ano dramático. – há palcos e palcos…
2. Nova aparição, após uma ausência, de um artista titular de um papel. E que artistas…
3. Reinício de actividades ou de funções de uma instituição, geralmente após férias (ex.: rentrée política, rentrée escolar). Tudo dito quanto a isto.
Plural: rentrées. Demasiadas…

Fim.


ÚLTIMOS ARTIGOS

Rentrées* de Setembro – A opinião de João Gonzalez

Setembro é por norma o mês das rentrées, ou como quem diz o regresso de certos e determinados actores, figurantes e outros figurões da nossa sociedade, após o Agosto a banhos, à avidez do protagonismo e do tempo de antena.