Volta: Rafael Reis sobe o Larouco de amarelo

O ciclista português Rafael Reis (Efapel), que recuperou na quinta-feira a amarela da Volta a Portugal, deverá hoje perdê-la na oitava etapa, com a chegada ao Larouco a assinalar o primeiro dos três dias decisivos da 82.ª edição.

Volta: Rafael Reis sobe o Larouco de amarelo

Volta: Rafael Reis sobe o Larouco de amarelo

O ciclista português Rafael Reis (Efapel), que recuperou na quinta-feira a amarela da Volta a Portugal, deverá hoje perdê-la na oitava etapa, com a chegada ao Larouco a assinalar o primeiro dos três dias decisivos da 82.ª edição.

Depois de, na quinta-feira, ter conquistado o terceiro triunfo nesta edição da prova e ter recuperado a amarela, que vestiu no primeiro dia e perdeu na Torre, o ciclista de Palmela, de 29 anos, parte hoje para a oitava etapa com 28 segundos de vantagem sobre o espanhol Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel), segundo, e 33 sobre Amaro Antunes (W52-FC Porto), terceiro.

A dura ligação de 160,7 quilómetros, que parte de Bragança às 12:45, tem como primeiro ponto de interesse a meta volante de Pinhais (26,3), onde os ciclistas passam antes de escalarem a Bolideira, uma contagem de montanha de segunda categoria que se estende por 20,1 quilómetros e termina ao quilómetro 74,3.

Seiscentos metros após encontrar a segunda meta volante, em Boticas (114,1), o pelotão sobe a Torneiros, uma subida de quase cinco quilómetros de extensão, catalogada como de primeira categoria.

Antes da ascensão da Serra do Larouco, há tempo ainda para o ‘sprint’ intermédio de Montalegre, ao quilómetro 146,9. Depois, um grupo, presumivelmente já reduzido, terá 9,5 de subida até à meta, coincidente com nova contagem de primeira categoria.

AMG // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS