Volta: Euskaltel-Euskadi retira-se da prova após dois casos suspeitos de covid-19

A Euskaltel-Euskadi abandonou hoje a 82.ª Volta a Portugal em bicicleta, depois de terem sido detetados dois casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus na equipa espanhola, confirmou a organização.

Volta: Euskaltel-Euskadi retira-se da prova após dois casos suspeitos de covid-19

Volta: Euskaltel-Euskadi retira-se da prova após dois casos suspeitos de covid-19

A Euskaltel-Euskadi abandonou hoje a 82.ª Volta a Portugal em bicicleta, depois de terem sido detetados dois casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus na equipa espanhola, confirmou a organização.

Uma vez que, além dos casos suspeitos, também os respetivos colegas de quarto tinham de abandonar a prova, os bascos acabaram por retirar-se da 82.ª edição, antes do início da quinta etapa, que hoje liga a Águeda ao Santuário da Senhora da Assunção, no total de 171,3 quilómetros.

No sábado, a também espanhola Caja Rural tinha abandonado a Volta a Portugal, depois de terem sido detetados dois casos de infeção com o novo coronavírus na equipa.

Os espanhóis explicaram que se retiraram da prova com “o objetivo de preservar a saúde da equipa e do resto do pelotão”.

Depois de, no domingo, um ciclista da Kern Pharma ter dado positivo nos testes de rastreio ao novo coronavírus e outro ter sido afastado da Volta a Portugal por precaução, também hoje foi confirmado que os portugueses João Benta, quinto classificado no ano passado, e Tiago Machado, também da Rádio Popular-Boavista, assim como Emanuel Duarte (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel) estão infetados.

David Livramento, também da equipa do camisola amarela Alejandro Marque, foi afastado por dividir quarto com Duarte.

AMG // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS