Vitória no Open dos Estados Unidos leva Emma Raducanu ao ‘top 25’ mundial

A tenista britânica Emma Raducanu estreou-se hoje oficialmente no ‘top 25’ do ‘ranking’ mundial, após a conquista do primeiro título do Grand Slam no Open dos Estados Unidos, no sábado, em Nova Iorque.

Vitória no Open dos Estados Unidos leva Emma Raducanu ao 'top 25' mundial

Vitória no Open dos Estados Unidos leva Emma Raducanu ao ‘top 25’ mundial

A tenista britânica Emma Raducanu estreou-se hoje oficialmente no ‘top 25’ do ‘ranking’ mundial, após a conquista do primeiro título do Grand Slam no Open dos Estados Unidos, no sábado, em Nova Iorque.

Aos 18 anos, a campeã do último ‘major’ da temporada, primeira ‘qualifier’ da história a vencer um torneio do Grand Slam, escalou 127 posições na hierarquia WTA para se instalar esta segunda-feira no 23.º lugar.

Depois de ter causado sensação em Wimbledon, onde recebeu um ‘wild card’ para o quadro principal e atingiu os oitavos de final, Emma Raducanu revelou-se uma estrela em ascensão em Flushing Meadows, sobrevivendo ao ‘qualifying’ e eliminando rumo à final, entre outras, a campeã olímpica Belinda Bencic nos quartos de final, a grega Maria Sakkari nas meias-finais e no derradeiro teste a canadiana Leylah Fernandez.

Tal como Raducanu, a jovem Fernandez, de 19 anos, também deu um salto de 45 lugares no ‘ranking’ WTA e é atualmente 28.ª colocada, graças ao título de vice-campeã do Open dos Estados Unidos, naquela que foi igualmente a sua estreia em finais do Grand Slam.

Entre as dez primeiras, a japonesa Naomi Osaka, que defendia o título do torneio norte-americano e foi eliminada por Leylah Fernandez na terceira ronda, perdeu o terceiro lugar do pódio, figurando agora no quinto posto.

A checa Karolina Pliskova, afastada nos quartos de final em Nova Iorque por Maria Sakkari (13.ª WTA), subiu uma posição para o terceiro lugar e a ucraniana Elina Svitolina, derrotada pela canadiana, ascendeu ao quarto posto.

Enquanto a checa Barbora Krejcikova, campeã de Roland Garros, atingiu o seu melhor ‘ranking’ de sempre e é sétima classificada, a espanhola Garbiñe Muguruza recuperou o nono lugar e Petra Kvitova fecha o ‘top 10’, com a australiana Ashleigh Barty a manter o primeiro lugar.

SRYS // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS