Varandas sente Sporting ‘unido pela primeira vez’ após título europeu de futsal

A equipa de futsal do Sporting, recém-campeã europeia, foi hoje homenageada na Câmara Municipal de Lisboa e o presidente Frederico Varandas aproveitou para confessar que sente pela primeira vez o clube unido desde que assumiu a presidência.

Varandas sente Sporting 'unido pela primeira vez' após título europeu de futsal

Varandas sente Sporting ‘unido pela primeira vez’ após título europeu de futsal

A equipa de futsal do Sporting, recém-campeã europeia, foi hoje homenageada na Câmara Municipal de Lisboa e o presidente Frederico Varandas aproveitou para confessar que sente pela primeira vez o clube unido desde que assumiu a presidência.

“Quero dizer-vos que, pela primeira vez, é um alívio e uma maravilha sentir que de Alcochete, ao pavilhão João Rocha, ao multidesportivo, existe uma única voz. Não há agendas próprias, mas uma única vontade que o Sporting vença, qualquer que seja modalidade”, disse o líder dos ‘leões’ no discurso que fez na Câmara Municipal de Lisboa, perante cerca de duas centenas de adeptos.

Numa alusão ao primeiro título europeu conquistado há dois anos pelo clube, Varandas ‘puxou a brasa à sua sardinha’.

“Na última vez que estive aqui, disse que mais importante que os títulos vencidos em 2019, eram as medidas invisíveis que estavam a ser feitos. Passados dois anos e meio, estamos aqui novamente. E cada vez mais, vão perceber que o trabalho, quando é sério, quando há muito querer, muita paixão e coragem, os resultados vêm ao de cima”, frisou.

Para Frederico Varandas, o título agora conquistado, o segundo europeu do Sporting, foi mais importante do que o primeiro.

“Há cerca de dois anos, lançámos o desafio, que o ADN do Sporting, a aposta na formação, não pode ser só no futebol. Ver uma equipa sagrar-se campeã da Europa com nove jogadores formados no Sporting, seis abaixo dos 22 anos, dois miúdos, o Zicky e o Diogo, com idade de juniores. Não é só um orgulho, é uma admiração por estarem aqui a dar este título histórico, em que mostra que o ADN do Sporting também vence. E isso deve-se a este grupo, a este querer e acreditar”, frisou.

O presidente do Sporting teceu rasgado elogio ao capitão João Matos e decidiu revelar a todos uma mensagem de premonição que aquele lhe enviou na manhã da final com o FC Barcelona, equipa que os ‘leões’ derrotaram por 4-3.

“Vou partilhar o que o João Matos me disse na segunda-feira de manhã. ‘Presidente, terça estou aí e entrego-lhe a taça’. A taça está aqui é vossa, o mérito é vosso, a vitória é nossa, é deles, é do Sporting Clube de Portugal”, disse Frederico Varandas, levando ao rubro o ambiente entre os adeptos do Sporting presentes na Praça do Município.

Frederico Varandas também não poupou elogios ao treinador Nuno Dias, considerando-o o melhor do mundo, e este correspondeu ao confessar que não pensa no estrangeiro e que só há um clube no mundo da dimensão do Sporting que o faria “pensar em algo, que é o FC Barcelona, em termos mediáticos e pela massa adepta”, mas reafirmou que se sente bem e quer permanecer em Alvalade e continuar a ganhar.

“O que me falta conquistar? Três Ligas dos Campeões, seis campeonatos, seis Taças, seis Supertaças, quatro Taças da Liga. Falta vencer sempre mais. Não tenho outra postura”, disse Nuno Dias, que exaltou a segunda parte fantástica do Sporting na final da Liga dos Campeões, depois do 0-2 ao intervalo.

O treinador dos ‘leões’ lembrou que estava tudo a favor do FC Barcelona e que só a uma equipa “com o espírito de união e a categoria” do Sporting era possível concretizar a ‘remontada’, razão pela qual se diz “orgulhoso” por treinar estes jogadores, que são os melhores que treinou no clube ao longo de todos estes anos “em termos de união e espírito coletivo”.

Nuno Dias dirigiu ainda uma palavra aos jovens talentos que despontam na equipa: “A sua margem de progressão é enorme, e vamos continuar a trabalhar para potenciar as suas capacidades e manter o Sporting na senda dos êxitos. Não se pode ganhar sempre, mas quem vai comigo à luta é para ganhar”.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, fez questão de elogiar o que considerou um “feito único2 do fustal do Sporting, o qual, lembrou, esteve nos últimos cinco anos em quatro finais da Liga dos Campeões Europeus, tendo conquistado duas nas últimas três épocas.

“Além disso, é uma equipa que não sofre uma derrota desde janeiro de 2020. É obra, é sinónimo de competência. Quero dar uma palavra especial ao treinador Nuno Dias, que orientou o Sporting à conquista de dois títulos europeus, cinco campeonatos, cinco Taças, cinco Supertaças, e três Taças da Liga. É obra”, disse Fernando Medina, que estendeu o elogio aos jogadores, que formam uma mescla de experiência e juventude oriunda da formação, à semelhança da equipa principal de futebol, e que constitui o ‘ADN’ do clube.

Finalmente, Fernando Medina, que é adepto confesso do Benfica, revelou que Frederico Varandas lhe confidenciou a sua convicção de que o Sporting vai voltar a ser homenageado em breve na Câmara Municipal de Lisboa por outra grande vitória, numa alusão ao título nacional de futebol.

JEC // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS