US Open: Medvedev e Osaka lideram favoritos até à terceira ronda

O tenista russo Daniil Medvedev, número dois mundial, e a japonesa Naomi Osaka, campeã em título, qualificaram-se hoje para a terceira ronda do Open dos Estados Unidos, último ‘major’ da temporada, que está a decorrer em Nova Iorque.

US Open: Medvedev e Osaka lideram favoritos até à terceira ronda

US Open: Medvedev e Osaka lideram favoritos até à terceira ronda

O tenista russo Daniil Medvedev, número dois mundial, e a japonesa Naomi Osaka, campeã em título, qualificaram-se hoje para a terceira ronda do Open dos Estados Unidos, último ‘major’ da temporada, que está a decorrer em Nova Iorque.

De regresso a Flushing Meadows, onde, em 2019, perdeu a final diante do espanhol Rafael Nadal, o moscovita, de 25 anos, bateu o alemão Dominik Koepfer em três ‘sets’, pelos parciais de 6-4, 6-1 e 6-2, ao fim de uma hora e 48 minutos.

“Foi um bom nível de jogo para mim. Houve alguns momentos mais complicados que consegui controlar e joguei bem. A determinado momento o nível dele baixou um pouco e tirei vantagem disso mesmo. Estou mesmo feliz por o ter conseguido vencer em menos de duas horas”, afirmou Medvedev, na entrevista em ‘court’, onde assinou 23 ‘winners’ ante o germânico.

Graças ao triunfo, o recente campeão do Masters 1.000 de Toronto, semifinalista em 2020 do quarto torneio do ‘Grand Slam’, vai defrontar agora o espanhol Pablo Andujar, responsável pela derrota do também alemão Philipp Kohlschreiber, por 6-4, 6-3 e 6-1.

Assim como Daniil Medvedev, o seu compatriota Andrey Rublev também contabilizou mais um triunfo em Nova Iorque, desta feita frente ao espanhol Pedro Martinez, mas, no caso, em quatro partidas, com os parciais de 7-6 (7-2), 6-7 (5-7), 6-1 e 6-1.

Depois de eliminar Martinez, registando 67 ‘winners’ em duas horas e 52 minutos, o sétimo colocado na hierarquia ATP vai medir forças com o norte-americano Frances Tiafoe, que superou o argentino Guido Pella, por 6-1, 6-2 e 7-5.

Ao contrário dos dois tenistas russos, o norueguês Casper Ruud, número 11 mundial, cedeu em quatro partidas ante o ‘qualifier’ holandês Botic van de Zandschulp (117.º ATP), com os parciais de 4-6, 6-4, 6-3 e 6-4, e proporcionou uma das surpresas da jornada, a par do desaire do búlgaro Grigor Dimitrov (18.º ATP) frente ao australiano Alexei Popyrin.

Na prova feminina, Naomi Osaka prosseguiu na sua missão de defender o segundo título conquistado há um ano, depois do primeiro em 2018, e hoje nem precisou de jogar no Arthur Ashe Stadium, uma vez que a sua adversária, a sérvia Nina Stojanovic, desistiu do encontro com “uma doença viral não relacionada com covid-19”, segundo revelou.

Enquanto a nipónica e número três mundial marcou encontro com a canadiana Lylah Fernandez, a ucraniana e quinta colocada no ‘ranking WTA, Elina Svitolina, vai medir forças na terceira ronda com a russa Daria Kasatkina, após impor-se à espanhola Rebeka Masarova, por 6-2 e 7-5.

Já a romena Simona Halep, antiga número um mundial e atual 13.ª classificada, afastou a eslovaca Kristina Kucova, por 6-3 e 6-1, enquanto a espanhola Garbiñe Muguruza bateu a alemã Andrea Petkovic, por 6-4 e 6-2, para encontrar a bielorrussa Victoria Azarenka na próxima fase do Open dos Estados Unidos.

SRYS // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS