Tribunal prolonga por dois meses prisão preventiva para Kokorin e Mamáev

Tribunal prolonga por dois meses prisão preventiva para Kokorin e Mamáev

A justiça russa anunciou hoje o prolongamento em dois meses do período de prisão preventiva dos futebolistas Aleksander Kokorin, do Zenit São Petersburgo, e Pavel Mamáev, do Krasnodar, que são acusados de terem agredido várias pessoas.

“Fora da prisão, Kokorin e Mamáev terão a possibilidade de continuar a atividade criminosa”, justificou o juiz de um tribunal de Moscovo, que rejeitou os argumentos da defesa, segundo os quais nenhum dos dois atletas representa um perigo para a sociedade.

Kokorin, de 27 anos, e Mamáev, de 30 anos, foram acusados de agressão e vandalismo pela justiça russa, juntamente com o irmão de Aleksander Kokorin e outra pessoa que também participou nas agressões, incorrendo numa pena que pode ir até sete anos de prisão.

Os dois atletas atacaram várias pessoas num café da capital russa, entre as quais dois altos funcionários governamentais, um dos quais sofreu um traumatismo cranioencefálico.

DIZB // RPC

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Tribunal prolonga por dois meses prisão preventiva para Kokorin e Mamáev

A justiça russa anunciou hoje o prolongamento em dois meses do período de prisão preventiva dos futebolistas Aleksander Kokorin, do Zenit São Petersburgo, e Pavel Mamáev, do Krasnodar, que são acusados de terem agredido várias pessoas.