Treinador do Santa Clara quer “atitude competitiva forte” frente ao FC Porto

O treinador do Santa Clara, Mário Silva, apelou hoje aos seus jogadores para apresentarem uma “atitude competitiva forte” e discutirem o resultado frente ao FC Porto, no jogo da 11.ª jornada da I Liga de futebol.

Treinador do Santa Clara quer

Treinador do Santa Clara quer “atitude competitiva forte” frente ao FC Porto

O treinador do Santa Clara, Mário Silva, apelou hoje aos seus jogadores para apresentarem uma “atitude competitiva forte” e discutirem o resultado frente ao FC Porto, no jogo da 11.ª jornada da I Liga de futebol.

“Acredito que vai ser um jogo muito difícil para nós. Acredito que vai ser um jogo, espero eu, competitivo da nossa parte. É este o nosso objetivo: tornar o jogo competitivo e discutirmos o resultado até ao final”, declarou.

O treinador falava hoje em conferência de imprensa realizada na zona da Caloura, concelho da Lagoa, na ilha de São Miguel, na véspera da receção aos campeões nacionais.

Mário Silva reforçou que o Santa Clara quer apresentar uma “equipa competitiva” e “deixar uma boa imagem” no próximo encontro.

“Aquilo que eu disse aos jogadores, e que para mim é importante para o jogo de amanhã [sábado], é que a nossa atitude competitiva esteja forte. Esteja no auge. Só assim conseguiremos competir com uma equipa tão competitiva como é o FC Porto”, vincou.

O treinador dos açorianos lembrou que os ‘dragões’ vêm de uma “grande vitória europeia” frente ao Club Brugge (4-0) na quarta-feira e desvalorizou o pouco tempo de descanso do adversário.

“Uma equipa como o FC Porto está muito habituada a este tipo de jogos seguidos, de diferentes competições em poucos dias. Acredito que não vai haver influência em termos daquilo que será o jogo”, advogou.

Mário Silva alertou que o FC Porto vai ter uma “entrada fortíssima” no jogo da próxima jornada, elogiando a qualidade do plantel adversário e a “competência” do treinador Sérgio Conceição.

“Não tem sido uma época fácil para nós. Temos tido momentos de altos e baixos e o que queremos é prolongar os momentos de sucesso o máximo de tempo que conseguirmos. Sabemos que amanhã [sábado] vai ser um jogo de grau de dificuldade muito elevado”, acrescentou.

O técnico avançou que motivação do plantel açoriano “está mais em alta”, depois de o Santa Clara ter alcançado a primeira vitória fora de casa na última jornada diante do Vizela (1-0).

“Para estar à altura do jogo temos de estar muito fortes. Espero que o último jogo tenha servido de alento para todos. Para mim, serviu. Trabalhar numa semana após vitória é sempre diferente. Vejo os jogadores mais motivados, é normal porque vêm de uma vitória”, declarou.

Realçando que “não existem receitas” para vencer o FC Porto, Mário Silva apelou aos seus atletas para “jogarem com alegria”, elogiando o “esforço” do plantel durante a semana de trabalho.

“Acreditamos que podemos criar problemas para o FC Porto. Isso é uma realidade, senão não estávamos aqui a fazer nada enquanto treinadores. Queremos também que os jogadores desfrutem de um jogo grande com muito público no estádio”, concluiu.

O Santa Clara, 16º. classificado com oito pontos, recebe o FC Porto, segundo com 22, no próximo sábado às 14:30 locais (15:30 no continente português), no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

O encontro vai ser arbitrado por Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

RPYP // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS