Treinador do Portimonense confia no grupo apesar de ‘mercado’ sem balanço positivo

O treinador do Portimonense disse hoje que o balanço do ‘mercado’ não foi positivo para a sua equipa, mas garantiu confiar na qualidade dos jogadores do plantel para enfrentar a I Liga de futebol.

Treinador do Portimonense confia no grupo apesar de 'mercado' sem balanço positivo

Treinador do Portimonense confia no grupo apesar de ‘mercado’ sem balanço positivo

O treinador do Portimonense disse hoje que o balanço do ‘mercado’ não foi positivo para a sua equipa, mas garantiu confiar na qualidade dos jogadores do plantel para enfrentar a I Liga de futebol.

“Para mim, não é [um balanço] positivo. Perco elementos que nos davam qualidade e, de alguma forma, há posições em que estamos carentes. A administração sabe disso, nós falamos todos os dias. Vamos ver o que ainda é possível fazer”, afirmou Paulo Sérgio, na antevisão da receção ao Famalicão, no domingo, para a quinta jornada do campeonato.

Nos últimos dias de mercado, o Portimonense perdeu o guarda-redes Samuel Portugal e o central Willyan, dois habituais titulares nas últimas temporadas transferidos para FC Porto e CSKA Moscovo (Rússia), respetivamente.

“Fico feliz, porque tenho visto vários atletas a melhorarem as suas vidas e as das suas famílias, com bons encaixes financeiros para a instituição. Como treinador, dificulta-me a tarefa, mas, cabe-me a mim e é o que exijo aos que comigo trabalham, unir esforços para superar todas essas dificuldades. Obviamente, quando perdemos dois atletas desses nível e o que nos davam, não ficamos mais fortes, mas também é uma oportunidade e uma janela para outros que estão aí e querem aparecer. Cabe-lhes a eles darem essa resposta para no futuro terem a oportunidade que tiveram agora o Samuel e o Willyan”, acrescentou.

O técnico da equipa de Portimão ressalvou, de imediato, que confia nos jogadores à disposição, até porque a equipa vem de três vitórias consecutivas na Liga.

“A primeira mensagem ao grupo foi mesmo essa. Ninguém me vai ouvir andar aqui a chorar pelo que quer que seja. É olhar para a frente. Confio bastante no grupo que tenho nas mãos. É um grupo bastante jovem, vai precisar de ser testado e vai precisar de dar resposta. Acredito neles, espero que sejam felizes quando tiverem essas oportunidades”, sublinhou.

Para a receção ao Famalicão, Paulo Sérgio frisou que a sua equipa “não pode pensar” nas vitórias anteriores e deve “manter os mesmos índices de concentração, se possível melhorá-los, porque nem tudo foi perfeito”.

“Estou satisfeito, mas temos muito para crescer, para melhorar. Não há nada para ‘embandeirar em arco’, o campeonato é muito longo e muita ‘água vai passar debaixo da ponte’. Por isso, muita concentração, muita atitude competitiva, muita vontade de vencer, muita responsabilidade tática. São esses níveis todos bem elevados que fazem uma equipa atingir os seus objetivos”, referiu.

Paulo Sérgio aguarda um Famalicão “com muitos jogadores de qualidade” e que “alterou o sistema tático predominante na temporada passada”.

“Está a jogar de forma diferente, já tinha jogadores de valia e voltou a reforçar-se com jogadores de valia. O Famalicão compra jogadores por ‘um milhão e não sei quê’, e com qualidade, não compra errado”, destacou o treinador algarvios.

O Portimonense, quarto classificado, com nove pontos, recebe o Famalicão, 15.º, com quatro, em jogo marcado para o Estádio Municipal de Portimão, no domingo, às 20:30, com arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

EYP // JP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS