Treinador do Moreirense antecipa jogo “difícil mas apelativo” com o Famalicão

O treinador do Moreirense, Ricardo Soares, antecipou hoje um jogo “difícil, mas apelativo”, na receção de quarta-feira ao Famalicão, da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Treinador do Moreirense antecipa jogo

Treinador do Moreirense antecipa jogo “difícil mas apelativo” com o Famalicão

O treinador do Moreirense, Ricardo Soares, antecipou hoje um jogo “difícil, mas apelativo”, na receção de quarta-feira ao Famalicão, da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“Espero um jogo excelente, com grau dificuldade elevado, mas apelativo para todos, que os meus jogadores estão determinados em vencer. O estado do grupo é o melhor, a equipa respira saúde, e o importante é continuar a evoluir, porque entendemos que a equipa ainda pode dar ainda mais”, disse o técnico da formação minhota.

Sobre o adversário, Ricardo Soares considerou tratar-se de uma equipa que, “merecidamente, é reconhecida por todos como um dos grandes conjuntos do campeonato”.

“Está a fazer uma liga muito boa. Tem um conjunto de jogadores com grande capacidade, nomeadamente o Fábio Martins, Racic, Toni Martínez ou Pedro Gonçalves. Todos conhecemos o valor do Famalicão, como uma equipa muito bem organizada pelo João Pedro Sousa, mas o foco passa pela nossa equipa e pelo que podemos controlar”, vincou o treinador dos ‘cónegos’.

Ricardo Soares prometeu, assim, um Moreirense “com o intuito de vencer”, e, apesar de prever que “a partida vai passar por vários momentos”, disse acreditar “que a sua equipa será competitiva e competente”.

O treinador da formação de Moreira de Cónegos tinha afirmado, antes do empate na jornada anterior, frente ao Vitória de Guimarães (1-1), que 33 pontos poderiam não ser suficientes para a manutenção nesta época, e, apesar de somar agora mais um ponto e de estar numa margem mais confortável, mantém a opinião.

“Pode muito bem serem precisos mais do que 33 [pontos para assegurar a permanência]. Mas o importante é continuarmos focados num conjunto de objetivos coletivos e individuais que queremos atingir, lutando sempre pela vitória. Se agora estamos em 10.º, queremos ir para nono e depois para oitavo e assim sucessivamente”, vincou Ricardo Soares.

O técnico do Moreirense, que para o jogo com o Famalicão tem o plantel na máxima força, considera que “há sempre coisas a conquistar”, falando no “objetivo de valorizar ativos, de proporcionar bons jogos e promover o futebol”, garantindo “exigência máxima para a equipa ser cada vez melhor”.

O Moreirense, 10.º classificado da I Liga, com 34 pontos, recebe na quarta-feira o Famalicão, quinto, com 44, numa partida agendada para as 21:15, que terá arbitragem de António Nobre, da Associação de Futebol de Leiria.

JPYG // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS