Tóquio2020: Liliana Cá quinta na final do lançamento do disco

Liliana Cá terminou hoje no quinto lugar o concurso do lançamento do disco dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a melhor classificação de sempre de uma portuguesa na disciplina, com 63,93 metros no segundo ensaio, que garante um diploma.

Tóquio2020: Liliana Cá quinta na final do lançamento do disco

Tóquio2020: Liliana Cá quinta na final do lançamento do disco

Liliana Cá terminou hoje no quinto lugar o concurso do lançamento do disco dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a melhor classificação de sempre de uma portuguesa na disciplina, com 63,93 metros no segundo ensaio, que garante um diploma.

Na sua estreia olímpica, a atleta do Nova Luzes, de 34 anos, lançou 62,31 e 63,93 metros, mais um nulo, conseguindo estar entre as oito melhores, conseguindo, depois dois nulos e um lançamento de que abdicou. A prestação vale-lhe o melhor resultado de sempre de uma portuguesa no lançamento do disco.

A campeã olímpica foi a norte-americana Valarie Allman, com um lançamento de 68,98 metros, com a alemã Kristin Pudenz (66,86) na prata e a cubana Yaime Pérez (65,72) no bronze, numa prova que chegou a estar suspensa devido à chuva que caía no Estádio Nacional da capital nipónica.

Até hoje, os melhores resultados lusos estavam na posse da anterior recordista nacional Teresa Machado, com o 10.º lugar em Atlanta1996 e o 11.º em Sydney2000.

Liliana Cá estabeleceu em 66,40 metros o recorde nacional, em 06 de março último, em Leiria.

A atleta natural do Barreiro assegurou a presença na final, na sexta-feira, com um lançamento de 62,85 metros, que lhe valeu o oitavo lugar na qualificação de uma prova olímpica de lançamento do disco que, pela primeira vez, contou com duas atletas portuguesas.

Irina Rodrigues terminou a sua terceira presença olímpica no 25.º lugar, depois de ter sido 32.ª em Londres2012 e desistido no Rio2016, devido a uma fratura do perónio, já na Aldeia Olímpica.

JP // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS