Tóquio2020: Campeã olímpica Shelly-Ann Fraser-Pryce retira-se após Jogos

A atleta jamaicana bicampeã olímpica dos 100 metros Shelly-Ann Fraser-Pryce anunciou hoje que vai retirar-se após os Jogos de Tóquio2020, quando terá 33 anos, depois de quatro títulos mundiais, um recorde na distância.

Tóquio2020: Campeã olímpica Shelly-Ann Fraser-Pryce retira-se após Jogos

Tóquio2020: Campeã olímpica Shelly-Ann Fraser-Pryce retira-se após Jogos

A atleta jamaicana bicampeã olímpica dos 100 metros Shelly-Ann Fraser-Pryce anunciou hoje que vai retirar-se após os Jogos de Tóquio2020, quando terá 33 anos, depois de quatro títulos mundiais, um recorde na distância.

Campeã mundial em 2009, 2013, 2015 e 2019, um recorde absoluto na distância entre femininos e masculinos, a atleta de Kingston explicou que Tóquio vai marcar a retirada após tentar juntar mais ‘metais’ às seis medalhas olímpicas, em três Jogos diferentes.

“Estou sempre agradecida pela oportunidade de representar o meu país, a minha família e a mim mesma, mas em Tóquio vou disputar os meus últimos Jogos Olímpicos. Sei isso, definitivamente. […] Vou ter saudades do desporto, mas vou estar bem. Não penso que seja complicado retirar-me, o atletismo é só uma das coisas que faço”, adiantou, numa entrevista ao jornal britânico The Telegraph.

Em 2008, tornou-se na primeira mulher das Caraíbas a conquistar o ouro olímpico nos 100 metros, em Pequim, defendendo o título com sucesso em Londres2012, edição em que ganhou medalhas de prata nos 200 metros e na estafeta de 100 metros.

No Rio2016, uma nova prata na estafeta e um bronze nos 100 metros aumentaram para seis as medalhas olímpicas, a que se juntam 11 em Mundiais, nove delas de ouro, entre 2009 e 2019, altura em que se tornou a mulher mais velha a conquistar um título mundial ou olímpico na sua distância predileta.

SIF // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS