TAD anula interdição do Estádio da Luz por dois jogos

O Tribunal Arbitral do Desporto afastou, através de acórdão arbitral a que a Lusa teve acesso, a interdição de dois jogos do Estádio da Luz, sanção que tinha sido imposta ao Benfica após um jogo da Taça de Portugal de dezembro de 2019.

TAD anula interdição do Estádio da Luz por dois jogos

TAD anula interdição do Estádio da Luz por dois jogos

O Tribunal Arbitral do Desporto afastou, através de acórdão arbitral a que a Lusa teve acesso, a interdição de dois jogos do Estádio da Luz, sanção que tinha sido imposta ao Benfica após um jogo da Taça de Portugal de dezembro de 2019.

O castigo, aplicado pelo Conselho de Disciplina da FPF, datava de julho de 2020, mas a SAD ‘encarnada’ recorreu da penalização, em que se destacava a interdição do estádio por se entender que as claques não registadas ‘No Name Boys’ e os ‘Diabos Vermelhos’ beneficiaram de apoio do Benfica.

O jogo em questão foi o Benfica-Sporting de Braga, em 18 de dezembro de 2019, sendo que o TAD considerou agora como não provado que “os aludidos grupos de adeptos beneficiam do apoio da demandante (Benfica SAD)” e igualmente não provado que não tenha cumprido a sua obrigação legal ou regulamentar que “sobre si impendem relativas à segurança, prevenção de violência, ética e verdade desportiva”.

“Concluiu este Tribunal que a Demandante não adotou comportamentos passíveis de serem entendidos como apoio ilegal a qualquer grupo organizado de apoio, não se vislumbrando também o incumprimento de qualquer outra obrigação legal ou regulamentar relativa a segurança, prevenção de violência, ética e verdade desportiva, nem tão pouco se consegue retirar, dos factos dados como provados, qualquer ofensa para a imagem e o bom nome da FPF ou graves consequências para a competição”, refere o acórdão arbitral, que deliberou por maioria.

FB // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS