Sérgio Conceição não acredita num SC Braga «bipolar»

Sérgio Conceição, afirmou não acreditar num SC Braga “bipolar” e perspetivou um “bom espetáculo” na partida com os bracarenses.

Sérgio Conceição não acredita num SC Braga «bipolar»

Sérgio Conceição não acredita num SC Braga «bipolar»

Sérgio Conceição, afirmou não acreditar num SC Braga “bipolar” e perspetivou um “bom espetáculo” na partida com os bracarenses.

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, afirmou hoje não acreditar num Sporting de Braga “bipolar” e perspetivou um “bom espetáculo” na partida com os bracarenses, da 17.ª jornada da I Liga de futebol.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: O tempo para esta sexta-feira, 17 de janeiro

“Não acredito que houve um Braga fantástico contra o Belenenses e um mau Braga frente ao Tondela. Não há muito tempo de trabalho do Rúben, mas percebe-se bem qual é a ideia do jogo, nos diferentes momentos. Não aceito que digam que o Braga seja bipolar, que tenha duas faces, pois acho que as equipas adversárias é que foram diferentes e causaram problemas diferentes. O Belenenses SAD foi diferente do Tondela”, explicou o técnico.

«Se gostava que fosse sábado? Ficava satisfeito, claro. Às três ou às cinco da tarde»

Em conferência de imprensa, Sérgio Conceição revelou ainda que Nakajima não está disponível para o encontro com a equipa minhota. Titular nos últimos três jogos do FC Porto para o campeonato, o japonês lesionou-se em Moreira de Cónegos.

Relativamente a Pepe, o treinador admitiu ser “difícil” que esteja nos convocados, mas também não descartou essa hipótese. Questionado sobre a calendarização das partidas, para uma sexta-feira à noite, Sérgio Conceição mostrou a sua insatisfação.

“Não vale a pena entrar por aí. Se gostava que fosse sábado? Ficava satisfeito, claro. Às três ou às cinco da tarde. Acho que não era por aí que havia problemas na Taça da Liga para o Sporting de Braga ou para o Sporting”, disse ainda.

«Não há aqui segredos»

Sérgio Conceição abordou ainda o bom momento de Soares que está no melhor momento desde que chegou ao FC Porto, contabilizando em nove golos em nove jogos oficiais. “O Tiquinho foi inteligente. Quando não estava a jogar trabalhou sempre no máximo. Com a chegada da oportunidade fez tudo muito bem: golos e o trabalho que tem de fazer dentro da posição. Não há aqui segredos. Depois, claro, é normal que haja ciclos de maior fulgor”, explicou ainda o treinador.

O FC Porto, segundo classificado com 41 pontos, recebe esta sexta-feira, às 19:00 horas, o Sporting de Braga, em 5.º lugar, com 24, em jogo relativo à 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

LEIA MAIS
Bruno Lage garante: «Amanhã a equipa estará na máxima força»
Silas sobre o dérbi: «Este jogo vale mais do que três pontos»

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS