Sérgio Conceição: «Mercado não é importante. Fica à porta do Olival»

Sérgio Conceição: «Mercado não é importante. Fica à porta do Olival»

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição recusou comentar uma possível saída dos ‘dragões’ no final da época.

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, admitiu hoje que “tudo o que se passa no mercado não é importante nesta altura”, escusando-se a comentar uma possível saída dos ‘dragões’ no final da época futebolística.

Na conferência de imprensa de antevisão da visita ao Vitória de Guimarães, da 34.ª e última jornada da I Liga, o técnico foi questionado sobre a possibilidade de deixar os já campeões nacionais.

“Não tenho de garantir nada. Não há nada para garantir. Sempre disse que tudo o que seja mercado, entradas e saídas, fica à porta do Olival. Não quer dizer que não se esteja já a pensar na próxima época, mas não é no Olival que se passa isso. É fora daqui”, afirmou Sérgio Conceição.

O técnico ‘azul e branco’ assegurou que “tudo o que é mercado, neste momento, não é importante” e apontou como único foco “preparar bem o jogo de amanhã [sábado], dentro de um ambiente de grande satisfação pela conquista do principal objetivo”.

Num tom descontraído, Sérgio Conceição preferiu destacar as conquistas coletivas do clube, apesar de ser considerado um dos principais obreiros da conquista do título pelo FC Porto.

“Fico muito desconfiado com elogios, não me sinto muito à-vontade neste ambiente. Fico contente com o troféu que vamos ter no museu. Se houver mais que sejam conquistados por nós [equipa técnica], que seja por trabalho e por prémios coletivos. Trabalho para prémios coletivos e não individuais. Tenho uma estátua minha gira em casa. Disse que este era um dos três títulos mais importantes dos últimos 30 anos do FC Porto. O clube esteve quatro anos sem ganhar e acho que foi importante para toda a gente”, frisou.

O técnico explicou ainda suas declarações na altura da apresentação como ‘timoneiro’ do FC Porto, no início da época, quando disse que chegava ao clube para ensinar e não para aprender.

LEIA MAIS: Mulher com Alzheimer sobrevive 8 dias no mato sem comida em Amarante

“Essa frase foi dita numa sequência de várias perguntas que me deram a entender que não estava preparado para treinar uma grande equipa. Tinha a consciência de que ia ser difícil, mas sabia que era capaz de levar este grande barco para a frente. Sei a qualidade que temos [equipa técnica]. Foi com o intuito de alertar. Enquanto treinador do FC Porto sabia que ia ter um grupo de atletas de grande qualidade e queria aplicar todos os dias o meu conhecimento”, sublinhou.

FC Porto, virtual campeão nacional, com 85 pontos, visita o Vitória de Guimarães, oitavo com 43, no sábado, a partir das 16:00.

 


RELACIONADOS

Sérgio Conceição: «Mercado não é importante. Fica à porta do Olival»

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição recusou comentar uma possível saída dos ‘dragões’ no final da época.