Sérgio Conceição espera que “não aconteça Taça” no duelo com o Mafra

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, considerou hoje que a sua equipa tem de “estar no seu melhor” para poder superar o Mafra, na terça-feira, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

Sérgio Conceição espera que

Sérgio Conceição espera que “não aconteça Taça” no duelo com o Mafra

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, considerou hoje que a sua equipa tem de “estar no seu melhor” para poder superar o Mafra, na terça-feira, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

O treinador dos ‘azuis e brancos’ lembrou que “oito equipas da I Liga caíram” na ronda anterior da competição, pelo que, frisou, espera que “não aconteça Taça” neste duelo com o conjunto da II Liga.

“A Taça de Portugal é o segundo título mais importante para nós depois do campeonato. Temos de estar no nosso melhor, perante um adversário competente que já desde a época passada tem feito um bom trabalho, e que esta temporada, apesar de um início mais difícil, tem feito um percurso positivo”, disse Sérgio Conceição, em conferência de imprensa.

O treinador do FC Porto disse que este adversário “merece o maior respeito” e que o trabalho de preparação para o jogo foi “igual ao feito para os jogos do campeonato ou da Liga dos Campeões”.

“O Mafra tem um treinador [Ricardo Sousa] que fez a sua formação como jogador no FC Porto, e tem o ADN deste clube. Daí perceber as dificuldades que vamos ter nesta partida. Retribuo os elogios que ele me fez”, vincou.

Sobre a possibilidade de fazer uma gestão do grupo para esta partida, Sérgio Conceição confirmou apenas que o guarda-redes Cláudio Ramos vai ser titular, acrescentando que para o resto da equipa “vão entrar os jogadores que estiverem em melhor forma física e emocional para protagonizar a estratégia escolhida para este jogo”.

Com o foco voltado para esta partida da Taça de Portugal, o treinador dos ‘dragões’ não quis comentar o sorteio dos oitavos de final da Liga dos Campeões realizado hoje, que colocou os italianos do Inter Milão como adversários do FC Porto na prova.

“Ainda temos algum tempo para pensar nesse jogo da Liga dos Campeões e sobre o adversário, agora o mais importante é pensar nesta partida com o Mafra”, disse.

Sérgio Conceição foi ainda questionado sobre a reação da equipa após o empate (1-1) com o Santa Clara, nos Açores, para o campeonato, a que se seguiram vitórias com o Atlético de Madrid, na ‘Champions’, e com o Paços de Ferreira, de novo para a Liga.

“Quero que o fio de navalha aconteça em todos os jogos, se isso for sinónimo de estarmos alertas, vivos e com o foco e concentração. Não é preciso bater no fundo como nesse jogo com o Santa Clara, em que não estivemos bem”, disse o treinador.

O treinador foi ainda questionado sobre a eventual chegada de reforços, na reabertura do mercado de transferências, em janeiro, numa pergunta em que foi utilizada a metáfora das “prendas de Natal”.

“Tenho vontade de dizer que não acredito no Pai Natal, mas como o mercado está sempre à porta tenho esperança de encontrar um velhinho de barbas”, disse, sorridente, o treinador, partilhando que, “por uma questão de boa educação, não se negam presentes”.

Voltando a esta partida com Mafra, Sérgio Conceição confirmou que Zaidu, Gabriel Veron e Pepe, ainda por lesão, não entram nas opções, mas partilhou que o defesa-central “está próximo de voltar” à competição.

O FC Porto joga na terça-feira no terreno do Mafra, numa partida agendada para as 20:45, que terá arbitragem de Hélder Malheiro, da Associação de Futebol de Lisboa.

JPYG // MO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS