Selecionador de Portugal sente grupo “confiante” e “motivado” para o ‘play-off’

O selecionador português feminino de futebol, Francisco Neto, afirmou hoje que o conjunto das ‘quinas’ está “confiante” e “motivado” para vencer a Bélgica, na primeira ronda do ‘play-off’ europeu de apuramento para o Mundial2023, na quinta-feira.

Selecionador de Portugal sente grupo

Selecionador de Portugal sente grupo “confiante” e “motivado” para o ‘play-off’

O selecionador português feminino de futebol, Francisco Neto, afirmou hoje que o conjunto das ‘quinas’ está “confiante” e “motivado” para vencer a Bélgica, na primeira ronda do ‘play-off’ europeu de apuramento para o Mundial2023, na quinta-feira.

Segunda classificada do grupo H na fase de qualificação da UEFA, atrás da Alemanha, com 22 pontos em 30 possíveis, a equipa das ‘quinas’ recebe a Bélgica, segunda classificada no grupo F, numa eliminatória a uma mão em Vizela, que vai decidir o adversário da Islândia no segundo ‘play-off’, agendado para 11 de outubro.

“Sinto o grupo confiante e motivado, orgulhoso por estar neste patamar e a depender só de si. Falamos muito com as jogadoras de não haver uma segunda mão. O jogo vai ser decidido amanhã [quinta-feira], seja nos 90 minutos, nos 120 ou nos penáltis, e temos de estar preparados para todos os cenários possíveis”, disse, na antevisão ao jogo marcado para as 18:00, no Estádio do Futebol Clube de Vizela.

Francisco Neto salientou que as jogadoras a seu cargo têm “cada vez mais experiência em jogos a eliminar”, daí estarem cientes da “importância do momento que estão a viver”.

A Bélgica, realçou o ‘timoneiro’ luso, é uma seleção “um pouco à imagem” da de Portugal, que “tem crescido muito nos últimos anos” e que é “cada vez mais competitiva”, com “um grupo de jogadoras em clubes de elite”.

“É equipa muito competitiva, com uma ideia muito bem definida e uma grande capacidade de se adaptar aos adversários durante o jogo. Será sempre um jogo em que temos de estar muito atentos e concentrados ao que a Bélgica poderá fazer”, perspetivou.

O selecionador mostrou-se ainda agradado por regressar a Vizela, cidade na qual Portugal assegurou o segundo lugar do grupo H, ao golear a Turquia (4-0), em 06 de setembro, por entender que as atletas se “sentiram muito confortáveis” e foram “muito apoiadas pelo público”, algo que considera ainda mais “fundamental” para um “bom jogo” na quinta-feira.

Em caso de triunfo, a seleção portuguesa enfrenta a Islândia na segunda ronda, em 11 de outubro, também a partir das 18:00, em Paços de Ferreira.

Se se apurar para o segundo ‘play-off’ e vencer a seleção do norte do Atlântico, qualifica-se para o Mundial se for uma das duas melhores (pontos na fase de grupos, com primeiro, terceiro, quarto e quinto, e segunda ronda do ‘play-off’).

Caso consiga o apuramento, mas como o pior dos apurados, Portugal seguirá para um ‘play-off’ intercontinental, na Nova Zelândia, que ditará as derradeiras três vagas, com China Taipé, Tailândia, Camarões, Senegal, Papua Nova Guiné, Haiti, Panamá, Chile e Paraguai.

A fase final do Campeonato do Mundo será realizada na Austrália e na Nova Zelândia, de 20 de julho a 20 de agosto de 2023.

 

TYME (DYRP) // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS