Rui Jorge diz que só “um grande jogo” permite a Portugal vencer os Países Baixos

O selecionador português de futebol sub-21, Rui Jorge, disse hoje que a equipa terá de fazer na quarta-feira “um grande jogo” para vencer os Países Baixos, no encerramento da qualificação para o Europeu da categoria.

Rui Jorge diz que só

Rui Jorge diz que só “um grande jogo” permite a Portugal vencer os Países Baixos

O selecionador português de futebol sub-21, Rui Jorge, disse hoje que a equipa terá de fazer na quarta-feira “um grande jogo” para vencer os Países Baixos, no encerramento da qualificação para o Europeu da categoria.

Com as duas equipas já apuradas, o jogo no Estádio Municipal de Portimão, distrito de Faro, pelas 19:30 de quarta-feira, servirá para definir o primeiro classificado, com os holandeses em vantagem.

Para lá chegar, os lusos terão de vencer por dois golos de diferença perante uma formação que marcou 45 golos até aqui e que, segundo Rui Jorge explicou em conferência de imprensa, “tem sido até ao momento a melhor seleção do grupo”.

“Tem números impressionantes para o apuramento. Ofensivamente, [são] muito fortes, com grande capacidade de concretização, tendo muitos golos marcados. Teremos de estar ao nosso melhor nível se queremos passar para a frente do grupo”, atirou.

Perante um adversário que está “ao nível da fase final” do Europeu, o selecionador espera que os Países Baixos apresentem “problemas” que até agora só viu “com a Noruega” e no primeiro jogo entre os dois, a única derrota lusa, em solo holandês, por 4-2.

“Somos uma equipa dominadora, e eles também. Alguma das equipas terá que, em vários momentos, fazer aquilo a que não está habituada. Será [preciso] saber lidar com esse momento”, avisou.

Rui Jorge sofreu hoje um revés, com a dispensa por problemas físicos do lateral-esquerdo Nuno Mendes, e escusou-se a nomear o seu substituto na quarta-feira, dizendo que qualquer um dos laterais direitos convocados pode fazer o papel, com a escolha a recair sobre Tomás Tavares, Diogo Dalot, Thierry Correia ou Pedro Pereira.

Ao contrário de Nuno Mendes, que “abrirá a vaga para outro jogador” poder mostrar-se neste nível, Jota está apto para o jogo, com o selecionador a elogiar o leque de escolhas à sua disposição.

“A riqueza do espaço dos sub-21 é ter jogadores de grande qualidade, e há outros que nem aqui estiveram ainda, como o Tomás Ribeiro ou o David Carmo, por exemplo”, referiu.

SIF // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS