Rui Jorge considera determinante vencer a Bósnia para marcar presença no Euro2019

Rui Jorge considera determinante vencer a Bósnia para marcar presença no Euro2019

O selecionador português de sub-21, Rui Jorge, disse hoje que é determinante vencer a Bósnia-Herzegovina no encontro da fase de qualificação para o Euro2019 de futebol, em Itália, assim como o desafio diante do Liechtenstein.

“O jogo da Bósnia é definitivo. Não conseguir três pontos contra a Bósnia coloca-nos fora da fase final. Em relação ao jogo com o Liechtenstein poderá ser ou não [determinante] em função do jogo da Roménia”, disse Rui Jorge, em conferência de imprensa, acrescentando: “Vamos preparar os jogos com o mesmo intuito de sempre”.

Portugal sabe que ainda não depende exclusivamente de si para marcar presença em Itália no próximo ano e, como tal, o selecionador não se mostra tranquilo enquanto não estiver, pelo menos, entre os segundos melhores classificados.

“Tranquilidade não existe, existiria se estivéssemos já apurados. Estamos a dois jogos e nós sabemos que dependemos deles [Roménia] nesta altura. Não podemos dizer que dependemos apenas de nós, mas acreditamos que podemos ser um dos quatro melhores segundos. Ganhando o nosso jogo podemos ser melhores segundos”, explicou.

Os sub-21 portugueses ocupam a terceira posição do grupo 8, com 16 pontos, menos dois do que Roménia e Bósnia-Herzegovina, que tem mais um jogo que portugueses e romenos.

Ainda assim, Rui Jorge contou que todos os cenários foram trançados antes de a qualificação se iniciar e lamentou que a situação atual não seja a melhor para os sub-21.

“Falhámos em casa frente à Roménia [1-2]. Nunca tínhamos perdido em casa na fase de qualificação e não conseguimos manter esses resultados que vínhamos a fazer. Isso faz diferença. Teremos que conseguir melhor nestes dois jogos que faltam”, concluiu.

No lote de 23 convocados, a grande novidade é chamada do defesa Diogo Dalot do Manchester United, de Inglaterra, que havia falhado a convocatória anterior devido a lesão, assim como a estreia do também defesa Rúben Vinagre, dos ingleses do Wolverhamton.

A equipa das ‘quinas’ defronta o Liechtenstein, em 11 de outubro, pelas 17:30, em Vaduz, e a Bósnia, em 16 de outubro, pelas 19:00, no Estádio do Marítimo, no Funchal.

Lista de 23 convocados:

– Guarda-redes: João Virgínia (Everton, Ing) e Joel Pereira (Vitória de Setúbal).

– Defesas: Diogo Leite (FC Porto), Fernando Fonseca (FC Porto), Francisco Ferreira (Benfica), Ivanildo Fernandes (Moreirense), Jorge Fernandes (Tondela), Pedro Amaral (Benfica), Yuri Ribeiro (Benfica), Rúben Vinagre (Wolverhamton, Ing) e Diogo Dalot (Manchester United, Ing).

– Médios: André Horta (Los Angeles, EUA), João Carvalho (Nottingham Forest, Ing), João Félix (Benfica), Pereira Lage (Clermont Foot, Fra), Pêpê (Vitória de Setúbal, Por), Stephen Eustaquio (Desportivo de Chaves, Por) e Bruno Costa (FC Porto).

– Avançados: Diogo Gonçalves (Nottingham Forest, Ing), Diogo Jota (Wolverhampton, Ing), Gil Dias (Nottingham Forest, Ing), Heriberto Tavares (Moreirense) e João Filipe (Benfica).

AYCO/MYO // NFO

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Rui Jorge considera determinante vencer a Bósnia para marcar presença no Euro2019

O selecionador português de sub-21, Rui Jorge, disse hoje que é determinante vencer a Bósnia-Herzegovina no encontro da fase de qualificação para o Euro2019 de futebol, em Itália, assim como o desafio diante do Liechtenstein.