Rúben Amorim espera que “estrelinha da sorte” o acompanhe na final da Taça da Liga

O treinador de futebol do Sporting, Rúben Amorim, disse hoje esperar um grande jogo na final da Taça da Liga com o Sporting de Braga, no sábado, puxando pela “estrelinha da sorte” que o tem acompanhado na carreira.

Rúben Amorim espera que

Rúben Amorim espera que “estrelinha da sorte” o acompanhe na final da Taça da Liga

O treinador de futebol do Sporting, Rúben Amorim, disse hoje esperar um grande jogo na final da Taça da Liga com o Sporting de Braga, no sábado, puxando pela “estrelinha da sorte” que o tem acompanhado na carreira.

Rúben Amorim, que falava na conferência de imprensa de antevisão ao encontro marcado para Leiria, acredita que não haverá grandes diferenças em relação ao jogo em Alvalade, na 12.ª jornada da I Liga (vitória ‘leonina’ por 2-0).

“Podem mudar alguns jogadores, mas as ideias de jogo não mudam. Vai ser um jogo muito competitivo. Um golo no início do jogo pode tornar o jogo completamente diferente”, afirmou, insistindo na ideia de que “as incidências do jogo podem mudar tudo”.

Para este encontro, Rúben Amorim, que venceu a final do ano passado ao comando dos bracarenses [1-0 ao FC Porto, com um golo de Ricardo Horta, aos 90+5 minutos], está longe de esperar facilidades, contudo, mostra não ter esquecido as características dos jogadores que treinou na época passada.

“Espero um Sporting de Braga muito igual ao que tem vindo a ser. Conheço bem o plantel e é uma equipa muito forte, e que entende os momentos do jogo. Vamos tentar desequilibrar e criar espaços. Acho que vamos fazer um grande jogo”, disse.

Diante do FC Porto, no encontro da meia-final [vitória por 2-1], os golos dos ‘leões’ foram apontados nos últimos minutos, já depois dos ‘azuis e brancos’ terem inaugurado o marcador. Uma situação que tem acompanhado o Sporting esta temporada e que o treinador acredita tratar-se, por um lado, da forte vontade dos jogadores, mas por outro de sorte.

“O mérito tem de ser dado aos jogadores. Eles acreditam até ao último momento. Não depende da equipa técnica. Se dependesse da equipa técnica, marcávamos logo nos primeiros minutos. E falo em estrelinha porque muitas vezes a sorte tem um papel importante na nossa vida. Quanto mais falo, mais tenho. Por isso aproveito para falar aqui”, afirmou.

Diante dos ‘arsenalistas’, Amorim garantiu a presença de Tiago Tomás no ‘onze’ e levantou a ‘ponta do véu’ em relação à eventual utilização de Nuno Mendes e Sporar, jogadores que não tiveram autorização por parte da DGS para defrontar o FC Porto, depois de ‘falsos positivos’ ao novo coronavírus.

“Só quando eles estiverem perfilados para entrar é que podemos ter certezas. Os factos comprovam que estávamos certo. Isso é o mais importante para nós. Estávamos a defender os nossos jogadores. O facto de poderem jogar agora, prova que estávamos certo”, afiançou.

Por sua vez, o jovem avançado Tiago Tomás garantiu que a equipa está motivada para defrontar e vencer o Sporting de Braga.

“Será uma final, por isso ainda mais confiantes. Sabemos da nossa qualidade e queremos ganhar o jogo. Estamos a disputar uma final e, como em todos os jogos, temos de ganhar. Não vai ser diferente. Vamos dar o nosso melhor”, garantiu.

Desde que chegou à equipa principal do Sporting, o jovem, de 18 anos, já fez o gosto ao pé em todas as competições, exceto na Taça da Liga, situação que quer inverter, mesmo estando a viver um sonho.

“Quando entrei no Sporting, há sete anos, isto era só um sonho. Agora, é uma realidade e não há tempo para deslumbramentos. Espero que amanhã [sábado] possa marcar um golo para ter golos em todas as competições”, desejou.

O Sporting defronta no sábado o Sporting de Braga, na final da Taça da Liga, em partida que se realiza no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, a partir das 19:45, e que será arbitrada por Tiago Martins, da AF Lisboa.

CYP // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS