Ronaldo e o caso da violação: “O meu filho é pequeno demais para perceber”

Cristiano Ronaldo saiu do Real Madrid por já não sentir que era um jogador “indispensável” do clube e assumiu que o caso da alegada violação nos Estados Unidos está a afetar a sua vida.

Tenho uma companheira, quatro filhos, uma mãe, duas irmãs, um irmão e uma família que sinto como muito próxima. Sem contar com a minha reputação, que é a de alguém exemplar”, assegurou, num excerto publicado pelo As. “O meu filho [Cristiano Jr.] é pequeno demais para perceber. O pior é para a minha mãe e as minhas irmãs. Elas estão tristes e ao mesmo tempo zangadas. É a primeira vez que as vejo nesse estado,” aditou, mostrando-se convicto de que verdade “se venha a saber algum dia” e prometeu vingança a quem o critica e faz da sua vida “um circo”.

 

LEIA MAIS: Federação Inglesa de Futebol acusa Mourinho por linguagem imprópria

Esta declaração faz parte de uma entrevista que o capitão da seleção portuguesa concedeu à revista francesa France Football, que será publicada na integra na terça-feira.

Cristiano Ronaldo – Saída do Real Madrid

Ronaldo abordou a sua saída do Real Madrid e aponta o «dedo» ao presidente Florentino Pérez, pela forma como alterou o seu comportamento e deixou de considerar o avançado como a grande figura do clube.

“Senti que já não me tratavam, sobretudo o presidente, como no princípio. Nos primeiros quatro, cinco anos, senti que era o Cristiano Ronaldo. Depois disso, menos. Deixei de ser indispensável e sentia que se chegasse uma proposta, o presidente não me impediria de sair”, explicou o jogador de 33 anos.

LEIA MAIS: Jogador português de 23 anos morre durante treino

Ronaldo acrescentou que rejeitou ofertas milionárias da China e que optou pela Juventus por ter sido o único clube que demonstrou que realmente o queria contratar.

“Se fosse uma questão de dinheiro, teria ido para a China, onde me ofereciam cinco vezes mais. Não vim para a Juventus por causa do dinheiro. Ganhava o mesmo no Real Madrid, até mais. A Juventus desejou-me de verdade. Disseram-me isso e demonstraram-me isso”, disse.

LEIA MAIS: Presidente da Juventus diz estar “muito calmo” com acusações de violação a Ronaldo

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Ronaldo e o caso da violação: “O meu filho é pequeno demais para perceber”

Cristiano Ronaldo saiu do Real Madrid por já não sentir que era um jogador “indispensável” do clube e assumiu que o caso da alegada violação nos Estados Unidos está a afetar a sua vida.