Roland Garros: Nadal nos ‘quartos’ com 90.ª vitória na prova, Federer avança imparável

Rafael Nadal, com a 90.ª vitória no torneio de Roland Garros em ténis, e Roger Federer, sem ceder qualquer ‘set’ até ao momento, apuraram-se hoje para os quartos de final do segundo ‘Grand Slam’ de 2019.

Roland Garros: Nadal nos 'quartos' com 90.ª vitória na prova, Federer avança imparável

Roland Garros: Nadal nos ‘quartos’ com 90.ª vitória na prova, Federer avança imparável

Rafael Nadal, com a 90.ª vitória no torneio de Roland Garros em ténis, e Roger Federer, sem ceder qualquer ‘set’ até ao momento, apuraram-se hoje para os quartos de final do segundo ‘Grand Slam’ de 2019.

Desde 2015 ausente dos ‘courts’ de terra batida parisienses, Federer atingiu os ‘quartos’ sem perder qualquer ‘set’ até ao momento, tornando-se também no jogador mais velho a estar entre os oito melhores de um ‘major’ desde 1991.

Hoje, diante do argentino Leonardo Mayer, triunfou pelos parciais de 6-2, 6-3 e 6-3, após uma hora e 44 minutos de confronto.

Nos ‘quartos’, o suíço, de 37 anos, vencedor da prova francesa em 2009, vai defrontar o compatriota Stan Wawrinka, também ele campeão em França, em 2015, que afastou hoje o grego Stefanos Tsitsipas, em cinco ‘sets, naquele que foi o encontro mais longo até ao momento.

Ao fim de cinco horas e nove minutos, Wawrinka, 28.º do ranking mundial, venceu o atual campeão do Estoril Open, sexto da hierarquia, por 7-6 (8-6), 5-7, 6-4, 3-6, 8-6.

Quanto ao ‘rei’ da terra batida, Rafael Nadal, detentor de 11 títulos em Roland Garros, conseguiu hoje o 90.º triunfo no pó de tijolo francês, ao vencer facilmente em três ‘sets’ (6-2, 6-3 e 6-3) o argentino Juan Londero, em duas horas e 16 minutos.

Nadal, segundo do ranking mundial, tornou-se no terceiro tenista a chegar às 90 vitórias num ‘Grand Slam’, depois do norte-americano Jimmy Connors ter conseguido somar 98, no US Open, e de Federer ter alcançado 97, no Open da Austrália, e 95, em Wimbledon.

Na próxima fase, o tenista maiorquino vai defrontar vencedor do duelo entre o japonês Kei Nishikori e o francês Benoit Paire, que foi interrompido devido à falta de luz no ‘court’, quando o nipónico vencia por 6-2, 6-7 (8-10) e 6-2.

No quadro feminino, destaque para a vitória da norte-americana Sloane Stephens, sétima do mundo e finalista vencida em 2018, sobre a espanhola Garbine Muguruza, 19.ª e vencedora em 2016, por 6-4, 6-3.

AJC // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS