Roland Garros: Djokovic passa por dificuldades, mas segue Nadal até aos quartos

O número um mundial Novak Djokovic passou hoje pelas primeiras dificuldades em Roland Garros, frente ao italiano Lorenzo Musetti, mas alcançou o apuramento para os quartos de final, seguindo o espanhol e campeão em título Rafael Nadal.

Roland Garros: Djokovic passa por dificuldades, mas segue Nadal até aos quartos

Roland Garros: Djokovic passa por dificuldades, mas segue Nadal até aos quartos

O número um mundial Novak Djokovic passou hoje pelas primeiras dificuldades em Roland Garros, frente ao italiano Lorenzo Musetti, mas alcançou o apuramento para os quartos de final, seguindo o espanhol e campeão em título Rafael Nadal.

Depois de três jornadas sem grande história, o sérvio e campeão de 2016 foi testado, pela primeira vez, na catedral da terra batida, onde o seu adversário, Lorenzo Musetti, de 19 anos, se estreou este ano e alcançou hoje uma surpreendente vantagem de dois ‘sets’ a zero.

Recuperado do embate inicial e após ver Musetti, 76.º colocado no ‘ranking’ mundial, ganhar 85 pontos nas duas primeiras partidas (44-41), o número um mundial reagiu com uma exibição ao seu melhor nível e garantiu a qualificação para os quartos de final, pela 12.ª vez consecutiva no ‘major’ parisiense, por 6-7(7-9), 6-7(2-7), 6-1, 6-0, 4-0 e desistência, com cãibras e dores na zona lombar.

Assegurada a entrada no lote dos oito finalistas, pela 49.ª vez num torneio do Grand Slam, Novak Djokovic vai medir forças com outro italiano, Matteo Berrettini (nono do ‘ranking’ ATP), que beneficiou da desistência do suíço Roger Federer nos oitavos de final, de modo a precaver a sua participação em Wimbledon.

Já Rafael Nadal, número três mundial, prosseguiu a sua supremacia no pó de tijolo francês, onde procura conquistar a 14.ª vitória e o 21.º título do Grand Slam, frente ao também italiano Jannik Sinner (19.º ATP).

Apesar de um primeiro ‘set’ bem disputado e equilibrado, o esquerdino de Manacor, de 35 anos, dominou o jovem Sinner, de 19 anos, e sentenciou o triunfo em três sucessivos parciais, por 7-5, 6-3 e 6-0, ao cabo de duas horas e 17 minutos.

Garantida, pela 15.ª vez, a presença nos quartos de final em Paris, Rafael Nadal vai defrontar na fase seguinte da prova o argentino Diego Schwartzman, número dez do mundo, que bateu nos oitavos de final o alemão Jan-Lennard Struff (42.º), por 7-6 (11-9), 6-4 e 7-5, em três horas e dois minutos.

Na competição feminina, a norte-americana Coco Gauff foi uma das grandes protagonistas do dia, ao tornar-se, aos 17 anos, na mais jovem tenista a atingir os quartos de final de um torneio do Grand Slam desde 2006, com uma vitória diante a tunisina Ons Jabeur, por 6-3 e 6-1, em apenas 53 minutos.

Enquanto a adolescente, 25.ª classificada na hierarquia WTA, vai defrontar a checa Barbora Krejcikova, que também assinalará a sua estreia em quartos de final no Grand Slam, Sofia Kenin (5.ª), vice-campeã de 2020, foi eliminada hoje pela grega Maria Sakkari (18.ª), com os parciais de 6-1 e 6-3.

SRYS // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS