Roger Schmidt crê que Benfica vai mostrar qualidade do plantel em Famalicão

As ausências de João Mário e Gonçalo Ramos vão permitir ao Benfica mostrar que tem um bom plantel, na visita ao Famalicão, no sábado, para a sexta jornada da I Liga de futebol, segundo o treinador Roger Schmidt.

Roger Schmidt crê que Benfica vai mostrar qualidade do plantel em Famalicão

Roger Schmidt crê que Benfica vai mostrar qualidade do plantel em Famalicão

As ausências de João Mário e Gonçalo Ramos vão permitir ao Benfica mostrar que tem um bom plantel, na visita ao Famalicão, no sábado, para a sexta jornada da I Liga de futebol, segundo o treinador Roger Schmidt.

“Precisamos de todos os jogadores esta época. Temos começado quase sempre com o mesmo ‘onze’, o que é bom, pois significa que os jogadores estavam disponíveis. Agora, perdemos dois jogadores por erro do árbitro. Mostraremos que temos um bom plantel, que outros jogadores podem substituir estes e aproveitar este momento para aparecerem. Espero que quem jogue traga a mesma performance”, disse o germânico.

Roger Schmidt escusou-se a detalhar a apresentar no terreno dos minhotos, remetendo as “decisões” sobre se os dois últimos reforços John Brooks e Julian Draxler podem ser aposta para o encontro, para o treino da tarde de hoje, ressalvando que “cada treino é importante”.

O líder Benfica, com 15 pontos, visita o Famalicão, 15.ª, com quatro, no sábado, a partir das 15:30, numa partida da sexta ronda da I Liga portuguesa de futebol, no Estádio Municipal de Famalicão, com arbitragem de Nuno Almeida, da associação do Algarve.

“[O Famalicão] Já mostrou que consegue defender muito bem, deixando o adversário fora da área. São bons na transição, ainda não marcaram muitos golos, mas, apesar disso, têm bons avançados. Teremos de estar muito organizados, acredito que teremos muita posse de bola, mas temos de ter atenção na defesa e pressionar como no último jogo. Estamos habituados a isso, é o que normalmente fazemos para controlar”, frisou.

Em 10 jogos esta temporada, na I Liga e na Liga dos Campeões, o Benfica conta com 10 triunfos, o que traz confiança e crença no que se faz dentro de campo, mas o treinador lembrou que é necessário manter o foco e mostrar que merecem levar os três pontos.

“Temos de estar novamente focados no jogo e mostrar que merecemos os três pontos nos 90 minutos. Não ganhamos amanhã [sábado] só porque ganhámos os outros jogos anteriores. Os jogos nos estádios dos nossos rivais têm sido bastante difíceis”, alertou.

Sem querer comparar a prestação da atual época com a da época anterior, por não ter feito parte da equipa, Schmidt avaliou o Benfica como sendo uma equipa que está a jogar “um bom futebol, como equipa, em que todos os jogadores têm conexão tática e mental e a mostrar espírito de grupo, o que é importante nesta altura da temporada”.

“Estamos bem, mas é importante não relaxar. Temos de trabalhar no duro para cada jogo. Se mantivermos esta atitude, espírito, diligência e motivação, podemos ser uma equipa que pode lutar por troféus”, sublinhou o melhor treinador do mês de agosto.

Eleito pelos seus homólogos da I Liga, tal como Morato e Enzo Fernández, eleitos os melhores defesa e médio, respetivamente, o técnico distribuiu a distinção por toda a equipa, atirando: “É algo de um mês. No próximo, já ninguém fala disso. Queremos é ter algo nas mãos no final da época”.

 

DYRP // JP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS