Ricardo Soares quer Gil Vicente mais eficaz para vencer em Famalicão

O treinador do Gil Vicente, Ricardo Soares, disse hoje ser importante melhorar a eficácia ofensiva para a equipa gilista poder vencer no terreno do Famalicão, na sexta-feira, da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

Ricardo Soares quer Gil Vicente mais eficaz para vencer em Famalicão

Ricardo Soares quer Gil Vicente mais eficaz para vencer em Famalicão

O treinador do Gil Vicente, Ricardo Soares, disse hoje ser importante melhorar a eficácia ofensiva para a equipa gilista poder vencer no terreno do Famalicão, na sexta-feira, da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

A equipa de Barcelos vem de duas derrotas seguidas, e ambas por 2-1 (Arouca e Moreirense, em casa), e só conta com uma vitória nas últimas seis jornadas, mas mantém sete pontos de distância paro o sexto classificado, o Vitória de Guimarães.

Questionado sobre se está convencido que vai conseguir dois factos inéditos na história do clube, a qualificação para uma competição europeia e bater o recorde de pontos na Liga (53), o técnico disse que essa “não é uma preocupação”.

“Queremos é manter o nível e melhorar a eficácia, isso sim, é uma preocupação”, disse.

Admitindo não estar totalmente satisfeito com os últimos resultados, Ricardo Soares defendeu que “há muito mais para além das vitórias” na análise que faz aos jogos.

“O Gil Vicente tem feito um trabalho notável, mesmo nestes dois jogos que se traduziram em zero pontos. Produzimos e tivemos qualidade de jogo, nomeadamente no último, em casa, tivemos um volume mais que suficiente para conseguir outro resultado”, disse.

Ainda assim, porque “o futebol faz-se de resultados”, Ricardo Soares quer o Gil Vicente a voltar às vitórias, sempre sem abdicar do seu “ADN: praticar um bom futebol e valorizar os jogadores”.

O Famalicão não ganha há cinco rondas consecutivas e, “atendendo à sua classificação” e ao facto do Gil Vicente ir em busca da vitória, Ricardo Soares disse esperar um “grande jogo, aberto e muito competitivo”.

“Vão estar duas equipas que vão querer ganhar. O Famalicão tem qualidade individual e coletiva e é sempre um derby. O Gil Vicente vai ser igual a si próprio, sempre com o intuito de vencer”, disse.

Acerca da ausência do defesa central Lucas, por castigo, e de o facto do outro central, Ruben Fernandes, ter poucos cartões (apenas um amarelo e um vermelho), o treinador gilista aproveitou para notar que “o Gil Vicente vem a eliminar um conjunto de crenças estipuladas”.

“Diz-se que uma equipa forte tem que ser faltosa e agressiva, mas o Gil Vicente é a equipa que menos faltas faz na I Liga e está em quinto lugar. Agressividade é intensidade na ação e não dar porrada”, disse.

A equipa de Barcelos tem apresentado o mesmo ‘onze’ ao longo da época, com uma ou outra nuance ditada por castigo ou lesão, mas Ricardo Soares não considera que isso possa estar na base dos últimos resultados.

“Não consigo fazer essa associação. Provavelmente, somos a equipa que menos mexe no ‘onze’, mas não me parece que seja esse o fator para estes resultados menos conseguidos ultimamente. Não temos sido inferiores ao nosso adversário, só no último jogo as bolas no poste davam para golear e também não julgo que haja cansaço porque acabámos o jogo a ‘asfixiar’ o adversário. Percebo que os adeptos e as administrações possam pensar dessa forma, não sei se é o caso, mas estamos mais perto de ganhar a jogar assim”, disse.

Ricardo Soares frisou ainda que não vai “trocar só por trocar”.

“Há poucos argumentos para tirar quem está a jogar, aqui as oportunidades não se dão, conquistam-se. Estão a fazer o trabalho com grande competência e o Gil Vicente está em quinto lugar”, lembrou.

Gil Vicente, quinto classificado, com 46 pontos, e Famalicão, 14.º, com 28, defrontam-se a partir das 18:00 de sexta-feira, no Estádio Municipal de Famalicão, jogo que será arbitrado por André Narciso, da associação de Setúbal. 

GYS // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS