Portuguesa Auriol Dongmo segunda no ‘meeting’ de Estocolmo da Liga Diamante

A atleta portuguesa Auriol Dongmo terminou hoje na segunda posição a prova do lançamento do peso do ‘meeting’ de Estocolmo da Liga Diamante, com uma marca de 19,05 metros.

Portuguesa Auriol Dongmo segunda no 'meeting' de Estocolmo da Liga Diamante

Portuguesa Auriol Dongmo segunda no ‘meeting’ de Estocolmo da Liga Diamante

A atleta portuguesa Auriol Dongmo terminou hoje na segunda posição a prova do lançamento do peso do ‘meeting’ de Estocolmo da Liga Diamante, com uma marca de 19,05 metros.

O concurso do lançamento do peso foi ganho pela neozelandesa Valerie Adams, com 19,26 metros, tendo a norte-americana Maggie Ewens, com 19,04, terminado no terceiro posto, apenas a um centímetro de Auriol Dongmo.

Auriol Dongmo, de 30 anos, nascida nos Camarões e naturalizada portuguesa, integra a comitiva lusa para Tóquio2020 e é a atual campeã europeia do lançamento do peso em pista coberta.

Dongmo, recordista nacional, com 19,75 metros, venceu em maio a prova do lançamento do peso do ‘meeting’ de Gateshead, da Liga Diamante, com um lançamento de 19,08 metros.

Em destaque em Estocolmo estiveram a holandesa Femke Bol e o brasileiro Alison dos Santos, ambos de 21 anos, com a obtenção de recordes pessoais nos 400 metros barreiras.

A jovem holandesa Femke Bol alcançou o quarto melhor tempo de sempre nos 400 metros barreiras, ao vencer em 52,37 segundos.

Bol, que melhorou em quase um segundo o seu anterior recorde pessoal, de 53,33, obtido na quinta-feira, em Oslo, impôs-se à norte-americana Shamier Little, segunda, em 52,39, que conseguiu a quinta melhor marca de todos os tempos.

A campeã da Europa dos 400 metros em pista coberta ficou a três centésimos de segundo do recorde da Europa, que está na posse da russa Yulia Pechonkina, que correu a distância em 52,34 em 2003, uma marca que foi recorde do mundo até 2019.

Os resultados recentes nos 400 metros barreiras nas etapas de Oslo e Estocolmo do circuito da Liga Diamante apontam para o surgimento de ‘outsiders’ para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, a decorrer de 23 de julho a 08 de agosto.

Na passada segunda-feira, a norte-americana Sydney McLaughlin, de 21 anos, tornou-se na primeira mulher a baixar dos 52 segundos, em Eugene, no Oregon, nos Estados Unidos, ao fixar o recorde do mundo em 51,90 segundos.

McLaughlin retirou 26 centésimos ao anterior recorde, fixado em 52,16, que pertencia à compatriota Dalilah Muhammad, que foi segunda na prova, integrada na qualificação olímpica dos atletas dos Estados Unidos.

Na quinta-feira, em Oslo, o norueguês Karsten Warholm, de 25 anos, estabeleceu em 46,70 o novo recorde do mundo masculino nos 400 metros barreiras.

APS (JP/AO/HB) // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS